A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

19/09/2013 16:16

Na UFMS, alunos reclamam da falta de segurança e relatam roubos a carros

Elverson Cardozo
Cerca de 7 mil pessoas passam pela UFMS diariamente. (Foto: Arquivo)Cerca de 7 mil pessoas passam pela UFMS diariamente. (Foto: Arquivo)

Acadêmicos da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), em Campo Grande, reclamam da falta de segurança no campus da universidade. Roubos a carros e motos tem se tornado, segundo relatos, comum.

Prova disso é o prejuízo de praticamente R$ 700,00 que o estudante de eletrotécnica industrial, Paulo Antônio Sarmento Leite, de 21 anos, terá de arcar. Bandidos levaram, nesta quarta-feira (18), o painel da moto dele, uma Fazer 250.

Ele entrou para a sala por volta das 19h30 e quando saiu, perto das 20h30, percebeu que alguém havia levado o equipamento. O veículo, contou, estava estacionado nas proximidades de um prédio conhecido como “Multiuso”, entre as piscinas e o Teatro Glauce Rocha.

“No momento em que cheguei estava passando um guarda, de moto. Parei ele para reclamar e a única coisa que ele fez foi anotar meu nome, os dados da moto. Disse que vai mandar meus dados para a estatística. De que adianta?”, questiona.

Apesar do Boletim de Ocorrência, que ele diz ter registrado na Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos), a peça dificilmente será recuperada. “Só o painel é quase R$ 700,00. Não é uma coisa que a gente pode achar normal acontecer”, protestou.

O fato, segundo o universitário, não é uma situação isolada. Hoje, por exemplo, ele ficou sabendo, pela internet, que roubaram o carburador da moto de outro acadêmico.

Em e-mail enviado ao jornal, o jovem questiona: “Onde está a segurança da UFMS?” Em seguida, em tom crítico, responde: “Na reitoria, cuidando dos manifestantes, enquanto os bandidos fazem a festa no resto da universidade.

Paulo Antônio estar afirma estar indignado com a universidade porque, a cada dia, “fica sabendo de algo diferente”. “De que adianta toda a repercussão do caso de estupro? [...] A segurança aparentemente foi reforçada, quer dizer, aumentaram o número de funcionários para ter outra fonte para roubar? Há uns meses, entraram no departamento e furtaram o Ipad e o notebook de um dos meus professores. Um absurdo”, finalizou.

Ações de segurança - A assessoria de imprensa da UFMS informou que uma equipe terceirizada faz a segurança do campus, por onde passa, diariamente, cerca de 7 mil pessoas. Os “guardas” fazem ronda, mas a entidade afirma que é impossível monitorar individualmente.

Também esclarece que a coleta de dados por parte do segurança, informada pelo estudante que teve o painel da moto roubada, é um procedimento padrão. Só com base em estatísticas é que a UFMS podem adotar novas medidas de segurança, daí a importância de registrar, também, o boletim de ocorrência.

Dentre as ações já implementadas, informou a assessoria da universidade, estão: a construção de postos de vigilância, cercamento de reserva ambiental e da APP, cercamento do autocine do Estádio Morenão, Fechamento da passagem entre a Piscicultura e o H, instalação de câmeras de monitoramento, aquisição de veículos para a divisão de segurança patrimonial e da comunidade, Implementação de linha regular de ônibus, circular entre a Biblioteca Central, FAMEZ e Instituto de Química, no horário das 6h45min às 22h45min, de segunda a sexta-feira, melhorias na iluminação do campus universitário, PODAS de árvores para melhorias na visibilidade, criação do grupo de trabalho gestão da segurança e da convivência no programa UFMS sustentável e instituição da comissão permanente de segurança. O sistema de monitoramento encontra-se em fase de implantação.



Os seguranças só servem para reitoria!!!!!!
 
stefani de souza em 20/09/2013 13:54:32
Não tem como esquecer o episódio do estupro e o descaso da "digníssima" reitora. Quem estuda ali sabe que as guaritas só ocupam espaço, pois não há nenhum controle de quem entra na universidade. As câmeras nem dá pra saber se realmente funcionam, pois o notebook e o ipad do professor foram roubados do mesmo jeito. O mínimo que esperamos é que câmeras sejam instaladas em TODA a universidade, não apenas onde há grande circulação de pessoas. É justamente o pouco movimento que facilita ainda mais a ação dos bandidos. A reitora deveria mostrar o mínimo de competência e solicitar um corpo de segurança compatível com a demanda de 7 mil alunos. Eu tô cansada de ver tanta podridão na atual gestão da universidade e a impunidade reinando. Mas tudo bem, né? A prioridade é o bem estar da reitora...
 
Daniela Felisberto da Silva em 20/09/2013 09:36:13
Segurança na UFMS só existe na reitoria, mesmo de dia os setores da universidade estão desamparados, quem atravessa a ponte GLAUCE ROCHA - QUIMICA sabe quanto corre risco, a noite além da falta de iluminação, não existem os seguranças da UFMS, que passeiam com belas caminhonetes, mas não cuidam da patrimonio. A instituição bancaria na UFMS, graças a Deus que os bandidos não descobriram, pois la pode ser um dos locais de maiores desgraça. Os professores dão conselhos aos alunos para não andarem sozinho, principalmente de noite, quando os alunos vão para o SCOBAR para um convívio social, pois na Instituição não existe.
 
janine berg em 20/09/2013 09:26:06
RECLAMEM PARA OS POLÍTICOS PARA OS QUAIS, JUNTAMENTE COM A FAMÍLIA VOTARAM, SÃO ELES, OS VOSSOS REPRESENTANTES, DEFENSORES, ADVOGADOS DAS VOSSA CAUSAS, JUÍZES DE FATOS DE UMA SOCIEDADE, VOTAR É PARA ISSO, NOMEAR UM REPRESENTANTE, PARA ABRAÇAR A CAUSA SOCIAL, LÁ NA FRENTE, ENQUANTO A SOCIEDADE NÃO SE DEFENDER, VOTANDO EM GENTE DO SEU MEIO, CONHECIDOS, PESSOAS QUE SE FALA COM ELE, A QUALQUER MOMENTO, SOFRE A TODO MOMENTO TAMBÉM, ESTUDANTES, ELEJAM UM REPRESENTANTE ESTUDANTE, PARA DEFENDER OS VOSSOS DIREITOS, SOMENTE AS VÍTIMAS, SÃO CAPAZES DE SE DEFENDEREM, E SÓ SE DEFENDE ATRAVÉS DE CARGOS LEGISLATIVO NESTE PAÍS.
 
PEDRO BRAGA em 20/09/2013 09:16:43
Barricadas foram colocadas em volta da reitoria para evitar roubos e invasões. O geógrafo que está a frente da pró reitoria de infra estrutura está comandando a operação.
 
João Cunha em 20/09/2013 09:08:14
''...aquisição de veículos para a divisão de segurança patrimonial e da comunidade...''
Qual a necessidade de comprar veículos caros para ficar circulando dentro da universidade?
Carros populares não dariam conta para isso? Nem a polícia militar tem Ford Ranger modelo nova,e os seguranças da UFMS tem...
 
Paulo André em 19/09/2013 20:45:30
Chama a turminha que é contra o fechamento dos portões do Campus e coloquem eles pra pagar a conta....
 
Filipe Alberto em 19/09/2013 19:52:11
Precisa melhorar a iluminação e aumentar a vigilância principalmente nesta área onde aconteceu o furto que fica em frente aquela floresta, muito escuro, sem movimentação de pessoas ,somente carros e motos, que ficam ali por não ter opção para estacionar para os estudantes quando entram para as salas que ficam distantes dali.Os bandidos perceberam que mesmo com guaritas nas entradas o lugar está vulnerável para novos crimes.
 
Carlos Silva em 19/09/2013 17:48:38
os seguranças estão protegendo reiiiiiiiiiiiiiiitora para que alunos não se aproxime dela,ela detesta quem questiona os atos de corrupção de sua administração,para isso contratou sem licitação toda aquela guarda que está em torno da reiiiiiiitoria
 
carlos simoes em 19/09/2013 17:35:01
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions