A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

01/10/2008 13:42

Negada liberdade a suspeito de mandar matar tatuador

Redação

O Tribunal de Justiça negou nesta quarta-feira habeas-corpus ao empresário Miguel Bacargi, preso na manhã de terça-feira, suspeito de ter mandado matar o tatuador Luciano Estevão dos Santos, o Johnny. Com isso, o empresário continua preso.

A decisão foi do desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte.

STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions