A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 24 de Setembro de 2018

30/12/2016 15:51

Número de casos aumenta 28,7% e dengue faz 59,3 mil vítimas em MS

Aline dos Santos
Mosquito  transmite dengue, zika e chikungunya. (Foto: Genilton Vieira/Fiocruz Imagens)Mosquito transmite dengue, zika e chikungunya. (Foto: Genilton Vieira/Fiocruz Imagens)

Os casos de dengue tiveram aumento de 28,7% em Mato Grosso do Sul. De acordo com boletim da SES (Secretaria Estadual de Saúde), foram 59.333 notificações até 28 de dezembro deste ano. Em 2015, houve registro de 46.070 casos notificados da doença.

Considerando as estatísticas do zika vírus e da febre chikungunya, doenças que também são transmitidas pelo Aedes aegypti, o mosquito contaminou 59.697 pessoas.

Conforme o boletim, Campo Grande lidera os casos de dengue, com 28.279 notificações e não há nenhuma cidade com baixa incidência da doença. São oito municípios com média incidência e 71 com alta incidência.

A dengue matou 19 pessoas em 2016. Os óbitos foram registrados em Campo Grande (3 mortes), Coxim (1), Dourados (3), Maracaju (1), Ponta Porã (8), Porto Murtinho (1), Tacuru (1) e Vicentina (1). Neste ano, foram confirmados 342 casos de zika e 22 de febre chikungunya.

As medidas de prevenções contra o mosquito são: descartar objetos não utilizados que estiverem expostos às chuvas e podem acumular (água, pneus, latas, garrafas, baldes); tampar os tonéis e depósitos de água; colocar terra/areia nos vasinhos de plantas ou lugares que acumulem água; e colocar o lixo em sacos plástico.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions