A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

06/11/2008 14:17

OAB cobra informações sobre crimes até agora insolúveis

Redação

A OAB (Ordem dos Advogados do Brasil) quer saber do andamento das investigações em torno dos crimes de repercussão que estão quase esquecidos. O presidente da OAB em Mato Grosso do Sul, Fábio Trad, encaminhou um ofício ao procurador-geral de justiça do Estado, Miguel Vieira da Silva, pedindo informações sobre os casos.    

Em setembro a Ordem colocou um painel em frente à sua sede para reivindicar a resolução de alguns crimes que até agora não foram esclarecidos e os responsáveis continuam livres.

Em resposta, a Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública), juntamente com a Procuradoria-Geral, publicou uma nota dizendo que o trabalho que a OAB estava reivindicando já estava sendo feito pela Unicoc (Unidade Integrada de Combate às Organizações Criminosas).  

    

Depois de dois meses a entidade vem novamente cobrar a divulgação dos resultados dos trabalhos da Sejusp e do Ministério Público Estadual.

Hoje, ao falar sobre o assunto, Fábio Trad reiterou que a OAB está agindo,

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions