A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 23 de Janeiro de 2018

26/09/2012 22:38

OAB-MS apoia "repescagem" no Exame da Ordem; medida pode ser aplicada já em 2013

Nyelder Rodrigues

Após o Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) assinalar que pretende aplicar uma “repescagem” no Exame da Ordem, o presidente da seccional sul-mato-grossense, Leonardo Avelino Duarte, disse que a nova fórmula pode ser aplicada já no ano que vem.

“È algo que a OAB-MS defende há três anos e virá para aperfeiçoar o exame”, explica Leonardo Avelino, que é membro do Conselho Gestor de Aplicação do Exame de Ordem. Ele acrescenta que a medida já estava sendo analisada.

A nova medida seria uma espécie de repescagem, onde os candidatos aprovados na primeira fase da avaliação, e reprovados na segunda podem ser beneficiados. Com o crescente número de bacharéis em Direito no País, o Exame de Ordem serve de critério para garantir o bom serviço prestado a sociedade pelos advogados.

De acordo com Avelino Duarte, o objetivo do Exame de Ordem não é criar uma barreira para o exercício profissional. “O promotor e o juiz passam por em um concurso o que garante sua capacidade, o Exame é a garantia que o advogado está preparado”, comentou o presidente da OAB-MS.



Sr° Presidente não vem com esta desculpara dizendo que o juiz e o promotor estão preocupado com o direito do povo, que na verdade eles e os governantes não estão nem ai.
 
JOSE AUGUSTO SILVA DE AZEVEDO em 16/09/2013 13:38:49
o Grupo EXAMEDEORDEMJUSTO2103 agradece o pleito requerido a Coordenação do Exame de ordem. Mesmo passado três anos da promessa do Dr. Leonardo (ex-presidente da seccional de MS) agora coordenador nacional. Nosso movimento pela Repescagem, já uma vitória dos examinandos a nível nacional. Continuando a luta pelo aperfeiçoamento do Exame de Ordem requeremos ainda 1) Lista de autores e obras obrigatórios e 2) critério de avaliação e correção publicados no Edital, para que o Exame de Ordem seja Justo! Sem o qual, ainda é violado a dignidade da pessoa humana do examinando.
 
Conceição Shirley Medina em 15/09/2013 12:54:39
Presidente

Parem com esse blá blá blá sem fundamento, quem deveria defender a sociedade dos absurdos dos injustos são os primeiros a garantir que a contituição seja ferida. Todos são iguais perante a lei, não existe exame de ordem para nenhum outro curso superior, fala a verdade a OAB perderá um rio de dinheiro se tal exame (uma aberração) inexistir

 
Everaldo Santos em 02/10/2012 21:13:29
Prezado Presidente

Desculpe a sinceridade, mais existe uma ENORME diferença entre um advogado, promotor e juiz, sendo os dois últimos são funcionários públicos, pagos com verba publica e sendo aprovado em concurso. Já o advogado é uma profissão como outra qualquer, a diferença é que vocês os impedem de trabalhar sob circunstancias obscuras.
 
Rodrigo Baez em 01/10/2012 22:14:48
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions