A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

23/07/2012 08:41

Procon diz que vai fiscalizar se Oi está cumprindo proibição de venda

Paula Vitorino

A operadora Oi está proibida, a partir de hoje, de vender novas linhas pré ou pós-paga de telefonia celular em todas as cidades de Mato Grosso do Sul. A determinação é da Anatel, como medida de punição a baixa qualidade do serviço oferecido no Estado.

O Procon/MS informou que irá fazer fiscalizações simuladas, com fiscais tentando comprar chips nas lojas da Oi. Caso a venda seja efetuada, a operada será autuada em flagrante.

Os consumidores também pode ajudar na fiscalização e denunciar a infração para o Procon ou diretamente na Anatel.

Além de MS, a Oi está proibida de vender nos estados de Amazonas, Amapá, Roraima e Rio Grande do Sul. Nas cinco regiões, a operadora apresenta o pior desempenho entre as 4 maiores empresas de telefonia, de acordo com ranking da Anatel.

Tim e Claro também foram punidas com a medida nos estados em que apresentam o pior índice – consulte no link http://www.anatel.gov.br/Portal/exibirPortalInternet.do

De acordo com ranking da Agência, atrás da Oi na pior qualidade do serviço está a Tim, seguida da Claro e, por último, a Vivo.

A avaliação da Anatel considerou em primeiro lugar a qualidade de rede das operadoras por Estado, como a interrupção de chamadas e a qualidade da rede de abertura, e depois número de reclamações em geral. Desde o ano passado a Agência registrava aumento de reclamações registradas.

De acordo com a medida da Anatel, as três operadoras punidas com a proibição de venda no país deverão apresentar Plano Nacional de Ação de Melhoria da Prestação do Serviço Móvel Pessoal (SMP), detalhado por Estado, no prazo de até 30 dias, contendo medidas capazes de garantir a qualidade do serviço e das redes de telecomunicações, em especial quanto ao completamento e à interrupção de chamadas e ao atendimento aos usuários.

Novas vendas só serão permitidas após análise e aprovação da Anatel sobre o Plano apresentado.

Caso alguma prestadora descumpra a determinação, estará sujeita ao pagamento de R$ 200 mil por dia e por cada Estado em que se constatar o descumprimento.

Oi - A Oi divulgou comunicado esclarecendo que as lojas da operadora no Estado vão continuar funcionando a partir de hoje para oferecer os demais serviços – venda de recarga, internet e telefonia fixa.

A operadora ainda frisa que está em constante comunicação com a Anatel para entender os parâmetros da avaliação e de novos investimentos, ressaltando ter feito altos investimentos no Estado no último ano.

A Oi também esclarece que está se esforçando para voltar o mais rápido possível aos atendimentos normais em todo MS.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...


Está de parabens o governo que está agindo diante da mazéla que corre solto com relação a comunicação no país.
 
Geraldo Marques Flauzino em 28/07/2012 08:36:00
Parabéns a ANATEL e ao PROCON tem que fiscalizar mesmo, só assim para respeitarem os consumidores e propor uma melhora. Eu tenho internet da OI, e realmente deixa a desejar, eles nunca resolvem nada e sempre tem uma desculpa, por a internet cair toda hora... Na hora que vendem são uns amores, mas na hora de resolver o problema, não aparece um...
 
Sheila F de Carvalho em 23/07/2012 03:25:21
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions