A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

02/05/2009 10:48

Pacote para não mexer em Itaipu inclui ponte em Murtinho

Redação

A insistência do presidente paraguaio, Fernando Lugo, em rever o Tratado de Itaipu pode terminar com a realização de um sonho que esteve por vários anos nas mentes de alguns governadores de Mato Grosso do Sul, a construção da ponte sobre o Rio Paraguai que ligará Porto Murtinho a Carmelo Peralta, município paraguaio.

Desde antes de assumir a Presidência do Paraguai, Lugo já fala em fazer uma revisão dos valores que o Brasil paga pela energia que compra da usina hidroelétrica de Itaipu.

Atualmente, o país vizinho é obrigado a vender todo excedente de sua parte da energia gerada pela usina, por isso o governo brasileiro paga cerca de US$ 105 milhões por ano. O valor é baixo porque o Paraguai não investiu nada na obra e tem direito a 50% do que é produzido.

A possibilidade da construção da ponte em Murtinho começou a se materializar quando o governo brasileiro propôs a Lugo um empréstimo de US$ 1 bilhão para financiar obras de infra-estrutura no Paraguai. Uma tentativa de demovê-lo da idéia de rever o Tratado de Itaipu.

Esta proposta já foi apresentada em janeiro deste ano, mas foi rejeita. O governo brasileiro aposta que com os recentes escândalos sobre a revelação de filhos que Lugo teve enquanto era bispo católico, o tenham enfraquecido o suficiente para negociar com mais flexibilidade.

Também fazem parte da proposta que o presidente Lula apresentará a Lugo na semana que vem, um aumento de mais de 100% sobre o que é pago pela energia, a antecipação dos pagamentos, o que dará fôlego a projetos sociais no país vizinho, e a construção de uma linha de transmissão de energia de Itaipu a Assunción, capital do Paraguai. Além de parcerias em outros 13 projetos.

No Planalto prevalece idéia de que Lugo não pode mais tocar seu governo com base em discursos ideológicos, e tem de começar a mostrar resultados.

A ponte em Porto Murtinho pode sair do papel não só por conta de todo o desgaste de Lugo, mas também porque aceitar o pacote de "ajuda" será a única coisa que o presidente paraguaio deve conseguir do Brasil, uma vez que, no Congresso Nacional, deputados e senadores já disseram que não aprovam uma repactuação do Tratado de Itaipu.

O que acontece - A ponte sobre o Rio Paraguai em Porto Murtinho é uma das obras mais importantes para viabilizar a rodovia bioceânica, que ligará a costa brasileira aos portos de Antofagasta e Iquique, no Chile. Tal obra criaria um corredor para escoar com mais rapidez a produção nacional para os grandes centros consumidores no sudeste asiático.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions