A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

04/11/2009 09:52

Pai é preso por abandono, morte e ocultação de cadáver

Redação

Depois de perder a esposa durante o parto de gêmeos, Domingo Silva Ocampo, foi preso ontem em Ponta Porã, acusado de matar e enterrar um dos bebês no quintal de casa.

A criança morreu há 22 dias, mas a avó só descobriu a morte na semana passada. Ele contou à Polícia que esteve na casa de Domingo, pediu para ver os gêmeos, mas só a menina estava com o pai. Ele teria dito que o garoto estava na casa de um conhecido.

A avó resolveu investigar e descobriu com vizinhos que a crianças havia falecido e o corpo colocado em uma caixa de papelão, enterrada no quintal.

Depois de ser preso, o pai contou que no dia da morte, havia levado os filhos mais velhos à escola e quando retornou encontrou o menino asfixiado, já sem vida. Ele garante que a criança se afogou com vomito.

As circunstâncias também caracterizam abandono de incapaz, já que o bebê foi deixado sozinho em casa.

Segundo o site Mercosul News, a avó materna lutou para ficar com as crianças, depois da morte da mãe, Tomasa Cabanas, de 38 anos, mas não conseguiu a guarda.

Não é a primeira vez que a família vira notícia. No inicio deste ano, parentes solicitaram à justiça paraguaia,onde a mulher foi enterrada, a exumação do corpo da esposa para um exame mais aprofundado, porque o marido denunciava tráfico de órgãos, o que foi descartado pelso exames.

Domingo vai responder por homicídio culposo, omissão de socorro e ocultação de cadáver. O pai se defende, dizendo que não tem ajuda de ninguém e que tomou a decisão de enterrar o filho porque não tinha dinheiro para o caixão.

"Já criei oito filhos, infelizmente este morreu, parei de trabalhar, tinha que levar as crianças à escola, ninguém me deu ajuda", afirmou ao site Mercosul News.

S

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions