A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/11/2012 11:23

Para evitar entrada de armas, SP aumenta fiscalização nas divisas

Viviane Oliveira
Submetralhadora 9 milímetros e 350 munições compradas no Paraguai, que seriam levadas para Sorocaba, interior de São Paulo. (Foto: divulgação)Submetralhadora 9 milímetros e 350 munições compradas no Paraguai, que seriam levadas para Sorocaba, interior de São Paulo. (Foto: divulgação)

O governo de São Paulo anunciou mais uma etapa do programa de combate ao crime organizado. A partir de segunda-feira (17), o monitoramento nas divisas vai ser intensificado para evitar que criminosos sejam abastecidos com drogas e armamento.

Em visita ao interior do estado de SP, o Governador Geraldo Alckmin disse que a Polícia estadual e federal vai fazer operação especial nas divisas com outros estados, como Mato Grosso do Sul, rota do tráfico de drogas e armamento.

A localização do Estado, entre as divisas com a Bolívia e o Paraguai, facilita a entrada de produtos ilícitos no Brasil.

“São 14 pontos estratégicos que foram levantados e esse trabalho vai evitar a entrada de armas e drogas no Estado”, afirma Alckmin.

O anúncio foi feito após mais um dia violento na região metropolitana de São Paulo. Oito pessoas morreram entre a noite desta sexta-feira (16) e a madrugada deste sábado. Apenas em um ataque, ocorrido em Cidade Ademar, Zona Sul da capital, cinco pessoas morreram.

Desde o dia 24 de outubro, mais de 150 pessoas foram assassinadas na Grande São Paulo. Desde o início do ano, ao menos 98 policiais foram assassinados no Estado de São Paulo. Desse total, 18 eram aposentados e três estavam em serviço. Além disso, o Estado continua enfrentando um grande índice de violência.

(Com informação do site UOL)



Tem que criar mecanismo urgente para detectar armas a distancia e eliminar com essa praga. Não é dificil, basta querer. Será que vão deixar morrer alguem poderoso para poder cortar o mal? Hoje há condições de eliminar drogas e armas a distancia, precisa apenas de um aparelho simples.
 
luiz alves em 19/11/2012 07:22:05
Concordo em aumentar a fiscalizacao nas fronteiras, mais tem muito prf ai saindo das rodovias e correndo atraz de sacoleiros, prendendo brinquedos enquanto que a droga e o armanento esta passando. Sacoleiro e muambeiro morre de medo de policia bandido nao. Enquanto vcs estao ai prendendo brinquedo de quem ta trabalhando pra sustentar familia os bandidos estao passando. Acorda, deixa o povo trabalhar e vai atraz de bandido.
 
sonia cristina de souza em 18/11/2012 15:56:11
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions