A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

02/11/2013 15:36

Pesqueiros faturam em último fim de semana antes da piracema

Aliny Mary Dias
Na BR-262, aumento de movimento é de cerca de 50% (Foto: Divulgação/Pesqueiro Jacarandá)Na BR-262, aumento de movimento é de cerca de 50% (Foto: Divulgação/Pesqueiro Jacarandá)

No último fim de semana antes do início da Piracema nos rios sul-mato-grossenses, os pesqueiros da Capital faturam com o aumento do movimento. Em alguns locais, o sábado (2) com a procura de pescadores amadores e até profissionais 50% maior em comparação a outros fins de semana.

Segundo os proprietários, além da proximidade com a época de restrição da pesca, o Dia de Finados também contribuiu para o aumento no movimento.

Cleiton Yamasato é proprietário do Pesqueiro Nippon localizado na saída de Campo Grande para Rochedo, próximo ao bairro José Abraão e comemora o aumento no faturamento. “Estamos com a movimentação muito boa para um sábado. No nosso pesqueiro está com 20% a mais do que os outros dias”, explica.

Além da diversão no pesque e pague ou pesque e solte, muitas famílias procuram os locais para passar o dia. No pesqueiro de Yamasato, a estrutura é completa. “Temos lanchonete, restaurante e várias opções além da pescaria”, conta o proprietário.

Localizado na BR-262 na saída de Campo Grande para Sidrolândia, o pesqueiro Jacarandá também sentiu o aumento no movimento. De acordo com a proprietária Lais Caganha, a movimentação de pescadores está 50% maior neste sábado.

“Geralmente temos um aumento nos domingos, mas hoje está fora do normal. O pessoa veio aproveitar o último final de semana antes da piracema”, completa a mulher.

Piracema – Marcada para iniciar na terça-feira (5), a piracema irá restringir a pesca na época de reprodução dos peixes. Segundo a PMA (Polícia Militar Ambiental), a pesca na bacia do rio Paraguai é restrita a não ser a de subsistência para a população ribeirinha.

Na bacia do rio Paraná, a pesca esportiva é liberada nos lagos das usinas, e somente com peixes exóticos. Peixes nativos da bacia não podem ser pescados. Segundo a corporação, no mesmo período do ano passado, mais de 70 pessoas foram detidas por pesca ilegal.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...


A Lei nº 11.959, de 29 de junho de 2009, que dispõe sobre a Política Nacional de Desenvolvimento Sustentável da Aquicultura e da Pesca, define o termo recursos pesqueiros como “os animais e os vegetais hidróbios passíveis de exploração, estudo ou pesquisa pela pesca amadora, de subsistência, científica, comercial e pela aqüicultura.”
 
ANDRE ALOY RODRIGUES em 03/11/2013 11:45:34
Nada a ver mas o pesqueiro da foto, cativeiro obedece lei de piracema?
 
rodrigo seralte em 02/11/2013 19:58:45
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions