A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/07/2011 09:38

Pesquisa nacional mostra que 55% são contra união de homossexuais

Aline dos Santos

Mais da maioria da população brasileira, exatos 55%, é contrária ao casamento gay. A união entre pessoas de mesmo sexo foi reconhecida pelo STF (Supremo Tribunal Federal). A mesma parcela é contra a adoção de crianças por casais homossexuais.

A pesquisa do Ibope Inteligência identifica que as pessoas menos incomodadas com o tema são as mulheres, os mais jovens, os mais escolarizados e as classes mais altas.

Regionalmente, Norte/Centro-Oeste e Nordeste se destacam como as áreas do País com mais resistência às questões que envolvem o assunto.

Quando o estudo leva em consideração a religião, os protestantes e evangélicos são os que se mostram mais resistentes: apenas 23% se dizem favoráveis à iniciativa do STF.

Na pesquisa, é possível identificar que há maior tolerância nas pessoas cuja religião foi classificada na categoria “outras religiões”, onde 60% são favoráveis à decisão. Dentre os católicos e ateus há total divisão, com 50% e 51% de aprovação à união estável de pessoas do mesmo sexo, respectivamente.

Em relação à possibilidade de um(a) amigo(a) revelar ser homossexual, a pesquisa identificou rejeição menor. Para a maioria de 73% dos brasileiros, essa hipótese não os afastariam das suas amizades. Outros 24% disseram que afastariam muito ou pouco e 2% não souberam responder.

Médico, policial e professor - A pesquisa também ouviu a população em relação à sua aceitação de homossexuais trabalharem como médicos no serviço público, policiais ou professores de ensino fundamental.

Apenas 14% se disseram total ou parcialmente contra trabalharem como médicos, 24% como policiais e 22% como professores.

O Ibope realizou 2.002 entrevistas domiciliares em 142 municípios do território nacional. A margem de erro é de dois pontos percentuais, com 95% de intervalo de confiança.

Treze casais já assinaram união estável entre pessoas do mesmo sexo em Dourados
Somente em um dos cartórios da cidade, foram registradas 13 contratos de união homoafetivaÀs 11h de hoje os professores Nazir Salomão e Maurício Nak...
Conselho Nacional assegura visita íntima à população carcerária LGBT
O Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária recomendou que os departamentos penitenciários estaduais assegurem visita íntima à população...
União homossexual estável tem amparo legal, decide Supremo
Já há maioria de votos no Supremo Tribunal Federal (STF) para o reconhecimento da união estável homoafetiva. O placar foi conquistado com o voto favo...


Brasileiro é brasileiro. O resultado da pesquisa é interessante quando se analisa alguns pontos distintos, como:

"...maioria da população brasileira, exatos 55%, é contrária ao casamento gay..."

"Em relação à possibilidade de um(a) amigo(a) revelar ser homossexual... Para a maioria de 73% dos brasileiros, essa hipótese não os afastariam das suas amizades."

"... em relação à sua aceitação de homossexuais trabalharem... no serviço público... Apenas 14% se disseram total ou parcialmente contra trabalharem como médicos, 24% como policiais e 22% como professores..."

Ou seja, aceitam uma pessoa e sua opção sexual, mas ela não merece o direito de ter uma família! Ela não pode ter direitos civis como pensão, herança, adoção... neste último caso com maior ênfase. O que faz diferença na formação de uma criança? A opção sexual de seus pais ou a atenção, carinho e disposição que sua família oferece ao longo do tempo?

Volto a dizer, será que um homossexual não "merece" uma família e estabilidade civil? Como se fosse uma questão de escolha, ou seria, medo da competição e das comparações entre as duas formas de "família"?

Enfim, não sei o que pode ser, mas que o brasileiro se contradiz isso não tenho dúvida!
 
Frederico Fonseca Fernandes em 28/07/2011 11:59:49
Os que assinam contra ou são totalmente contra em suas atitudes....esses são os piores!!!!
As pessoas precisam aprender que cada um tem a vida que quer....se tiverem de fazer algum acerto no fim da vida, não sera com nós reles seres humanos...
 
Mário Rodrigues em 28/07/2011 11:21:27
o assunto de união entre pessoas do mesmo sexo.eu acho estritamente pessoal,algo que depende do casal,agora ficamos com essas importunações,deixemos as pessoas seguirem suas vidas, cada um tem que sentir bem em todos os aspectos, e ninguem importunar.
 
PAULO PEREIRA em 28/07/2011 10:56:19
Não sou contra a união (se quiserem casar que casem), mas sou contra os homossexuais que administram meios de comunicação (que são muitos) utilizá-los para propagar o homossexualismo e tentam influenciar os nossos filhos através da Tv, novelas e outras coisas mais. Não podemos deixar uma ditadura nem heterossexual e nem homossexual. Penso que meu pai, meu avô não vai aceitar então nem todos são contemporâneos.
 
Jorge Antônio em 28/07/2011 10:51:12
as pessoas homossexuais tem direito como qualquer outra pessoa, assim como o direito de casar, sou gay e pago meus impostos como qualquer hetero e por isso tenho meus direitos, as pessoas que são contra tem um pré conceito errado sobre o mundo GLBT
 
patricia vargas em 28/07/2011 10:27:01
O números dessa pesquisa contra deve ser bem maior pois eu sou contra tenho dito.
 
Alex Correa em 28/07/2011 10:11:35
Essas pessoas preconceituosas deveriam ser contra a CRIMINALIDADE, A LADROAGEM DE POLITICOS CORRUPTOS, A SUJEIRA, A MENTIRA, A INVENJA, A PREGUIÇA, E TUDO O MAIS QUE AS IMPEDEM DE CRESCER COMO SER HUMANO.
 
Maria Borges Cavalcanti em 28/07/2011 10:03:38
Engraçado as pessoas serem contra, cada um vive do jeito que achar melhor. A união de heterossexuais não garante que tenham uma vida plena de felicidades, de união e respeito.Isso depende exclusivamente de como eles encaram a vida e as pessoas que estão ao redor. Já vi casais héteros se agredindo, agredindo filhos e vice-versa. A conduta de cada pessoa depende do seu caráter e não da sua opção sexual!
 
juçara rosa em 28/07/2011 09:51:28
O que derruba a família são mulheres que fazem filhos sem responsabilidade, pais que bebem e batem nas mulheres, fanatismo religioso, intolerância, falta de limites, grosseria, pais que abandonam filhos, mulheres que descontam sua frustração por traições nas crianças...todos heterossexuais...
O que um gay faz na sua vida não reflete na vida de "senhores cristãos de respeito', como esse Pedro, o qual provavelmente não é nenhuma pessoa exemplar. Quem diz que acredita em Deus, e que homossexuais vão contra preceitos bíblicos, deve se lembrar de 2 frases;
'Não julgueis para não serdes julgados' e 'Ama o próximo como a ti mesmo'.
O que um gay faz na sua casa, é o mesmo que um heterossexual faz no seu quarto, ou seja, nada que influencie no seu caráter. Ninguém pergunta se um homem transa 3 vezes na semana em uma entrevista de emprego, assim como muitos 'senhores de respeito' bebem e tem amantes, mesmo indo na missa todo domingo.
Ser gay não é escolha, e sim um fato que vem desde o nascimento. Problema genético, alteração na gravidez, não se pode afirmar com certeza o que causa o homossexualismo, mas já se sabe que não é questão de escolha.
Quem escolheria sofrer e ser desprezado por imbecis como esse Pedro?
Melhor seria escolher ser briguento, machão, ser rico...
Gays não são estupradores , pedófilos ou imorais. Apenas gostam do mesmo sexo, mas são pessoas, antes de tudo.
Assim como um cristão não tem direito de desprezar um ateu, um heterossexual não tem direito de desrespeitar um homossexual, pois o caráter de uma pessoa não depende do seu sexo.
Padres estupram muito mais crianças que os gays que criam filhos...
 
Adriano Prado em 28/07/2011 05:21:04
Isso tudo é muito estranho,e já passou dos limites há muito tempo....exemplo:é feio discordar de passeata gay(onde eles podem mostrar os corpos nus inclusive em frente de crianças)mas se de repente resolvermos fazer uma passeata hetero vai ser uma ofensa pra eles e é perigoso até sermos processados por isso.
 
JONAS FERREIRA BRANDINNI em 28/07/2011 04:32:48
ÓTIMO, É ISSO QUE O SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL, TERÁ QUE RESPEITAR, A OPINIÃO POPULAR BRASILEIRA, NÃO A VONTADE DE UNIDADE, COMO É O SUPREMO, OUTRA NÃO VOTAMOS NO SUPREMO, VOTAMOS EM SENADORES, DEPUTADOS FEDERAIS, ESTADUAIS E VEREADORES, ESSES SIM PODEM LEGISLAR, FICA O SUPREMO, JUÍZES E EXECUTIVOS, PARA FAZEREM PREDOMINAR AS LEIS APROVADAS, ESTA AÍ O DISSABOR SOCIAL, 55% DA POPULAÇÃO, REPROVANDO UMA MEDIDA DO STF, E UMA MEDIDA QUE É DE DEUS, UNIÕES ABOMINÁVEIS AO SENHOR, DEUS E JESUS, LEVÍTICO 18, V. 22, UM HOMEM OU MULHER, NÃO PODERÁ SE DEITAR COMO OUTRO, NO SENTIDO MARIDO E MULHER, OU SEXO, QUANDO O SUPREMO APROVOU ISSO, CADA VEZ MAIS QUEBROU A FAMÍLIA, CÉLULA MÁGNA DE UMA SOCIEDADE, PROVOCANDO DESRESPEITO AS LEIS DE DEUS, E DERRUBANDO A FAMÍLIA, E QUANDO SE DERRUBA UMA FAMÍLIA, DERRUBA TUDO, NADA SE DARÁ CERTO, A SOCIEDADE PRECISA SE MANIFESTAR, E DERRUBAR O S.T.F, QUE NÃO QUER RESPEITAR O POVO, SITUAÇÃO IRREGULAR DO S.T.R, CALCULE SÓ O QUE FIZERAM, COMO DEVEM PARA DEUS, SE VIREM E SE CONSERTEM COM DEUS, SE NÃO, NÃO ENTRARÃO NO REINO DE DEUS.
 
PEDRO BRAGA em 28/07/2011 01:52:26
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions