A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

12/05/2011 10:12

Novo arcebispo da Capital assina nota contra união estável de homossexuais

Fabiano Arruda
Nota assinada pela CNBB diz que STF ultrapassou seus limites. (Foto: CNBB)Nota assinada pela CNBB diz que STF "ultrapassou seus limites". (Foto: CNBB)

O novo arcebispo de Campo Grande e secretário-geral da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil), Dom Dimas Lara Barbosa, assinou nota, divulgada pela confederação, que critica a decisão do STF (Supremo Tribunal Federal) em reconhecer a equiparação da união homossexual à heterossexual.

A nota diz que o Supremo "ultrapassou os limites de sua competência", uma vez que cabe ao Congresso Nacional propor e votar leis. No entanto, diz que os casais homossexuais merecem respeito, além de repudiar qualquer tipo de descriminação.

Para a confederação, a união estável homoafetiva não pode “ser equiparada à família, que se fundamenta no consentimento matrimonial, na complementaridade e na reciprocidade entre um homem e uma mulher, abertos à procriação e educação dos filhos".

"O matrimônio natural entre o homem e a mulher bem como a família monogâmica constituem um princípio fundamental do Direito Natural. As Sagradas Escrituras, por sua vez, revelam que Deus criou o homem e a mulher à sua imagem e semelhança e os destinou a ser uma só carne. Assim, a família é o âmbito adequado para a plena realização humana, o desenvolvimento das diversas gerações e constitui o maior bem das pessoas", diz outro trecho.

A nota também foi assinada pelo presidente da CNBB, dom Geraldo Lyrio Rocha, arcebispo de Mariana (MG), e pelo vice-presidente, dom Luiz Soares Vieira, arcebispo de Manaus.

STF quebra regra constitucional em favor da relação homoafetiva
Compartilho o posicionamento da Igreja Católica, que defende a essência da relação familiar. Entretanto, respeito a opção sexual ou a relação homoafe...
“Todos os direitos dos heterossexuais valem para os homossexuais, a equiparação é completa”, diz Ayres Britto
O ministro Carlos Ayres Britto, relator da ação que resultou na equiparação dos direitos dos casais homossexuais com os casais heterossexuais, disse,...
União homossexual estável tem amparo legal, decide Supremo
Já há maioria de votos no Supremo Tribunal Federal (STF) para o reconhecimento da união estável homoafetiva. O placar foi conquistado com o voto favo...


Lei riducula... querem fazer com que a sociedade aceite essa barbaridade, falar que é normal e tratar a união dos casais homossexuais como como algo natural e aceitavel é o mesmo que rasgar a constituição brasileira que traz como estavel a união de homem e mulher (isso sim é aceitavél)...Sem contar que o Deus criou homem e mulher, macho e femea, o que passa disso esta contra os principios de Deus. Sem contar que cientificamente só existe XX( mulher) e XY (homem).
Mesmo nã sendo católica também sou cristã e concordo em genero, numero e grau com o arcebispo. Nossos governantes devem aprovar leis a favor da familia e dos principios cristãos e cientificos e não contra.
 
VANESSA B. DE SOUZA em 12/05/2011 12:52:08
Caro Sr.s. por mas que nao sou catolico concordo plenamente com esses defensores, cujo sao contra essas aberações na qual estão presente em nosso cotidiano.
Eles tem que proteger a sociedade dessa influencia, pense se seus filhos adotarem a moda do nada a ver a constituição protege...acha que depois de algum tempo voces não irao ter que suportar suas escolhas que propriamente derão origem ao futuro homoxessual de seus filhos.

Pense nisso...

Não digo nada disso para confrontar ninguem, mas para terem uma reflexão sobre suas opiniões e escolhas.
 
Weslley Martins em 12/05/2011 12:15:47
sinceramente não sei o porque da polêmica em torno da união estavel ! só sei que todos merecem de ser feliz!!! Viver a vida!!! Tanta hipocresia ?!!?? Deixe as pessoas viver suas vidas !!!!
 
Joel da cruz em 12/05/2011 12:06:58
Sugeria a igreja cuida da evangelização e dos casos de pedofilia dentro da igreja do que estar se entrometendo na evolução da humanidade como seu todo.
No lugar dessa atitude ja que são tão preconceituosos e moralista. O por que de não repar os danos causado pela Santa igreja. A igreja com seus dogmas atrasados e imorais matarão muitas pessoas fisicamente e moralmente.
 
Milton Palacio em 12/05/2011 11:52:13
Segundo ele o STF ultrapassou os limites de sua competência, mas ele querendo usar religião para agumentar num estado laico pode, né? O STF é de todos os brasileiros, o catolicismo é só daqueles que escolhem seguí-lo. E ele fala sobre a função meramente biológica do casamento: procriar. Quantos filhos esse senhor tem? Casais que decidem não ter filhos também devem ter suas uniões anuladas?

Gosto também da parte que ele diz que as "sagradas escrituras" revelam que Deus criou o homem e a mulher.
 
Murilo Delmondes em 12/05/2011 11:51:23
Até quando esses religiosos vão lutar contra algo que não tem volta? A sociedade evoluiu, não estamos mais na Idade Média. A igreja não exerce mais o poder que antes tinha. Sempre se apegam na bíblia, e quem disse que a bíblia que lemos realmente é a bíblia original? Quantas traduções já foram feitas? quem garante que a igreja católica no passado não alterou trechos, suprimiu, incluiu, tudo para atender a interesses, basta estudar um pouco de história para ver as coisas absurdas que a igreja já fez em nome de Deus e que hoje são condenadas.
Outra coisa, ele fala de complementaridade, reciprocidade, consentimento, e quem disse que isso não existe entre casais gays? e quem disse que isso necessariamente existe entre os chamados casais tradicionais heteros? Até quando a igreja vai pregar um único modelo familiar, modelo esse hipócrita, onde o homem trai a mulher, a mulher deve ser submissa. Há outras formas de famílias e que são felizes.
Quando a igreja fala de procriação, que isso falta nos gays, ué, mas até quando vão pregar isso também, em um mundo de miséria, violência, querem colocar mais gente. E os casais hetero que não podem ter filhos? Deus não se agrada deles por isso? Quantos gays querem adotar crianças que os heteros abandonaram nos lares, nas lixeiras da vida, e os gays, em sua maioria, são bem sucedidos e tem muito mais condições financeiras e intelectual para educar os filhos, ao contrário dos pais que batem nas crianças e na esposa, que abusam sexualmente das crianças. Os contrários dizem que os gays vão influenciar negativamente as crianças, como se isso os heteros não fizessem. E filhos de casal gay não serão gays por isso, se fosse assim todo filho de um casal hetero seria hetero, a sexualidade nasce com a pessoa, não se escolhe um dia ser ou não gay. Parabéns ao STF, o caminho é esse mesmo.
 
Rafael Santos em 12/05/2011 11:30:17
CONCORDO 100% COM O ARCEBISPO, SOU CONTRA ESSA LEI RIDICULA, IGUALAR A HETEROS ISSO SIM É UM ABSURDO. ESTA CHEGANDO 2012 MESMO, FIM DOS TEMPOS MESMO.
 
Antonio Carlos Damasceno em 12/05/2011 11:28:33
“ser equiparada à família, que se fundamenta no consentimento matrimonial, na complementaridade e na reciprocidade entre um homem e uma mulher, abertos à procriação e educação dos filhos".

então um casal cuja mulher seja estéril por exemplo, não é considerada uma familia? Como sempre, a intolerancia se faz presente ante a religiosidade, infelismente. As religiões precisam mudar, e não iniciar uma nova inquisição.

Porém, parabenizo o arcebispo por dier que "casais homossexuais merecem respeito".
Pois, mesm que seja o minimo do minimo, ele ao menos expoe isso, diferente de muitos outros lideres religiosos.
Aos adptos de qquer religião, que possuem preconceito, um comentario presente em todas as religiões: somos todos filhos de Deus. Pensem nisso, antes de serem contra homosexulidade ou uniao estavel entre pessoas do mesmo sexo.

Igor, atualmente, Deísta
 
igor oliveira em 12/05/2011 11:23:35
Há controvérsias diversas, mas as religiões não devem acirrar as coisas, devem sim, promover discussãoes no âmbito de organização das coisas, ser contra cria uma relação de insatisfação, de discriminação, as Leis de DEUS todo ser humano conhece, apenas tem o livre árbitrio e as leis são para proteger, amparar dar direitos e deveres a todos, certo?
Bom senso nestas questões é muito importante, essa matéria vai dar muita discussão e gerar polêmicas mil

Abraços

Loadir
***seria bom rever conceitos
 
LOADIR APARECIDA SILVA em 12/05/2011 11:14:06
Graças a Deus vivemos num Estado laico!....rsssss.....
 
Cristian Moraes em 12/05/2011 11:13:44
Seria incostitucional se obrigasse as igrejas a casarem homossexuais. Mas, segundo a constituição, todos são iguais perante o Estado. Essa lei só garante um direito já garantido na Constituição. O STF não ultrapassou limite nenhum, ele simplismente cumpriu algo já garantido na constituição.
 
André Centeno em 12/05/2011 11:10:45
Esses bispos em vez de cuidar de coisas mais importantes que é a fome e a violência no Brasil, ficam atrás de lutar pra tirar direitos que todo ser humano deveria ter sobre a constituição federal, isso leva ao velhos tempos de "caça as bruxas"
 
Sasuke incorfomado em 12/05/2011 11:10:12
Pergunta que não quer calar: Por que o sr. não escreve sobre os abusos de menores ocorridos na igreja? Por que ao invés de transferir os padres o sr. não repudia e condena essas pessoas também?? Enfim a hipocrisia ainda reina entre os seres humanos.
 
Kleiton Arantes em 12/05/2011 11:01:38
Santa ignorância?
 
Ben Oliveira em 12/05/2011 10:22:29

OS LEGISLADORES BRASILEIRO, ESTÃO ESTRAPOLANDO OS LIMITES, DAS LEIS DIVINAS.
DEUS PERDOA SEMPRE, NOS PERDOAMOS DE VEZ EM QUANDO, MAS A NATUREZA NÃO PEDOA NUNCA. ( DITO POPULAR).
 
ISRAEL HERRERIAS COLUCE em 12/05/2011 10:21:17
Esse juízes não dão importância a Bíblia. Também não damos importância para eles. Muito embora criem leis em benefício próprio. Cumpriremos nas ruas o que determina a lei, mas dentro de nossa casa temos as nossas próprias leis e com certeza não essas abichaiadas.
 
Antonio W. Araujo em 12/05/2011 04:06:58
Homoafeição é uma coisa.
Casamento outra.
Procriação outra.
Sexo outra.
Filhos outra.
Família outra.
Pô. pq será que os caras misturam tudo. Devem e isso mais parece pré-conceitos.
TODOS PRÉ-CONCEITUOSOS.
 
Orlando Lero em 12/05/2011 03:55:22
Acho plausível essa polêmica. Mais gostaria e explor. Agora, não quero que ninguém aceite o que vou dizer. Mais o que seria interessante numa sociedade, eu ser homossexual e esconder isso casar com uma mulher e fazê-la infeliz? Quem é homossexual já nasce assim, ninguém escolhe a sua sexualidade, uma mãe grávida escolhe o sexo do seu bebe se vai ser homem ou mulher? Ninguém tem esse poder. Veja bem, para que Deus mandou seu filho único a Terra? Não foi para perdoar, para salvar, para libertar os pobres e oprimidos? Eu acho interessantes tantas pessoas falando em nome de Deus, nossa como teve comentários de pessoas julgando os casais homossexuais como se fosse Deus que estivesse julgando, cuidado não queiram ser deuses falsos deuses, o único que tem esse poder de julgar é somente o Deus Pai Criador de Tudo. Como todos sabem Deus tem o poder sobre tudo se ele não quisesse que existisse Homossexuais ele não poderia extingui-los? Ou nem deixarem nascer? Leiam direito a Bíblia Sagrada. E não julgues para não ser julgado. Que veja a sujeira no olho do seu irmão enquanto tem uma lasca no seu olho. Bem que todos sejam feliz conforme sua vontade, desde que seja a caminho do bem comum. Abraço a todos os leitores.
 
Lucas G R. em 12/05/2011 03:43:45
Sou pregador evangelico e fico estarrecido quando surge declarações ao publico que se oponha a qualquer pratica seja ela sexual ou outra coisa.Acho que cada um tem seu credo e tem que se respeitar as demais escolhas ,afinal a essencia do cristianismo é o livre arbitrio,embora eu pessoalmente seja contra a união de homosexuais!!!
 
Reinaldo Costa em 12/05/2011 03:15:46
Que maravilha, nosso Bispo mostra que a Igreja é UNA, quem espera que cada Bispo legisle a seu bel prazer não entendeu o que é Igreja, a Igreja de Cristo.
A união homossexual "tida como casal" é absurda e anti-natural. Casal é Homem e Mulher, macho e fêmea... Quanto ao resto pode - se chamar de "pares", se é que é adequado o nome.
Mesmo que a Igreja, um "anjo" descido do céu aplaudisse a união homossexual, Deus não revogaria sua criação ´por causa disso. Homem e Mulher Deus os criou!
Devemos respeitar todos os seres humanos igualmente, mas respeitar não inclui aceitar ou dizer que o que não é natural está correto. Portanto não vejo sentido em espantar-se como esta nota . A Igreja ama a todos os homens, quer acolher a todos, mas não vai dizer que é bom o que intrinsicamente mal.
Não podemos aprovar algo que não é "NATURAL", dizendo ser somente para agradar este ou aquele grupo. Legislar para legalizar algo que não é "legal".
Direitos civis, iguais para todos!!!!! Direito de ser casal? Para quem é casal! Afinal somente tem DIREITO de ser o que É, quem É! Isso é lógico!!
Pesquise e veja o final da vida de pessoas que praticam a sexualidade homosexual e veja quais problemas gravíssimos de saúde apresentam, por que? Por que foram contra a natureza antes de tudo! Não precisamos aqui nem colocar a religião, Deus, principios morais, mas apenas os naturais e isso já dará motivos bastante grandes para dizer que não é um bem.
Busquemos respostas que nos levem a verdade: A pratica homossexual é uma prática contrária a natureza!
Podem até conseguir "direitos" legais, mas jamais conseguirão que a natureza se adapte a isso, não sem grandes e irreversiveis estragos!

Seja bem Vindo Dom Dimas!
Nós te esperamos de braços abertos, pois não falas de ti, mas D'aquele que nos criou Homem e Mulher... D'aquele que dá o poder aos homens de legislar, mas não lhes dá o poder de mudar a natureza ou se fazer Deuses, dizendo o que é ou não é natural, do que é ou não é casal, do que é ou não é família. Quem como Deus?!?
 
Ana Cristina Fernandez em 12/05/2011 02:46:39
To com o arcebisbo e não abro mesmo não sendo católica o apóio com essa decisão de ser contra. Nunca a união dos homossexuais serão igualados a uma família por mais que a justiça compactue com isso, diante dos olhos de Deus não serão aceitos jamais. Quero que o fim dos tempos chegue logo para que meus filhos não possa viver para ver essa aberração da natureza.
 
Jéssica Barbieri em 12/05/2011 02:30:17
Realmente é um absurdo ... Podem fazer o que quizerem, vcs jamais serão uma familia. O homem pode tentar o quanto for, jamais conseguiram ser maiores que Deus. Concordo totalmente com nosso arcebispo e ainda digo mais deveria ser PROIBIDO a participação dos parlamentares que aprovaram essa aberração nas santas missas...e falo isso não pq sou catolica, pq aquele que cre e vive a palavra de Deus é contra...cada um pode viver a sua vida como quizer, mais não queiram enfiar guela a baixo do cidadão uma coisa totalmente fora do normal. Que se não acreditam, pelo menos respeitem aqueles que vivem a palavra de |Deus e não são obrigados a conviverem com isso.
 
Rose Farfan em 12/05/2011 02:16:00
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions