A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 10 de Dezembro de 2018

25/06/2009 22:59

Pesquisadores americanos são libertados em Corumbá

Redação

Nessa quinta-feira foram soltos, após pagamento de fiança, os três pesquisadores americanos presos pela PF (Polícia Federal), acusados de extraírem mineral da região do Pantanal. A juíza federal Eliana Borges de Mello Marcelo acatou o pedido de liberdade feito pelo advogado Roberto Lins e ajuizou fiança de R$ 5 mil para cada um, sendo o total pago pelo advogado.

Mark Andrew Tress, Kelly Michael Wendt e Michael Matthew McGlue foram presos no dia 16. Eles responderão ao processo em liberdade e terão de permanecer no Brasil até a solução final do processo.

O trio vai responder por crimes de usurpação de patrimônio da União, lavra e pesquisa ilegais em área de proteção ambiental. Em caso de condenação, somadas, as penas podem chegar a seis anos de detenção.

Os americanos e os pesquisadores da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) Aguinaldo Silva e Fabrício Aníbal Corradini, retiravam minerais do solo na Serra do Amolar, quando foram presos. Os brasileiros pagaram fiança no valor de R$ 1,5 mil cada um e já estão soltos.

Eles foram presos, de acordo com a PF, porque realizavam pesquisas sem autorização do MCT (Ministério de Ciência e Tecnologia), DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral) e do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis).

Para que os americanos fossem soltos, o advogado precisou entrar em contato com as famílias deles nos estados do Arizona e Minnesota para o envio dos documentos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions