A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

10/11/2010 09:59

PF não abrirá inquérito sobre Enem, apesar de vazamento

Redação

Polícia Federal informou que, por enquanto, não vai abrir inquérito policial para apurar o suposto vazamento do tema da redação do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) em Juazeiro (BA). De acordo com o órgão, não existem, até o momento, informações suficientes para fundamentar a investigação.

Ontem (9), o delegado responsável pelo caso em Juazeiro, Alexandre Lucena, disse à Agência Brasil que a Polícia Federal no município investigava o vazamento e que o inquérito oficial seria aberto hoje (10). Lucena chegou a afirmar que os relatos colhidos apontavam que um grupo de pelo menos 30 estudantes teve acesso ao tema antes da prova e que temia que o alcance do vazamento pudesse ser maior. A reportagem da Agência Brasil não conseguiu entrar em contato com o delegado na manhã de hoje.

A história foi denunciada por um professor de um curso preparatório de Petrolina (PE), cidade vizinha a Juazeiro, a uma emissora de TV da região. Segundo ele, um grupo de estudantes o procurou horas antes do início das provas contando que sabiam qual era o tema da redação.

O Ministério da Educação (MEC) esclareceu que as provas da região do Sertão de São Francisco ficaram sob a guarda do 72º Batalhão de Infantaria Motorizada do Exército e só foram distribuídas na manhã do último sábado (7) e domingo (8), datas da realização do Enem.

"Não haveria possibilidade de estudantes terem acesso ao tema da redação na noite de sábado ou na manhã de domingo, porque o pacote de provas estava lacrado e foi aberto na presença dos estudantes", afirmou o MEC, por meio de nota.

Twitter - Ministério da Educação desclassifiocu ontem três candidatos que enviaram mensagens em redes sociais durante a realização da prova do Enem no último domingo. Eles foram eliminados e podem responder por terem infringido as regras do exame.

O edital proibia os estudantes de entrarem nas salas de prova com telefones celulares ou "qualquer receptor ou transmissor de dados e mensagens". Os recados de candidatos em redes sociais durante o exame são citados pela juíza federal Karla Maia na decisão liminar que suspendeu o Enem.

De acordo com a assessoria de imprensa do ministro da Educação, Fernando Haddad, foram eliminados um candidato de Minas Gerais, outro de Pernambuco e uma candidata de Tocantins.

Todos enviaram mensagens durante a realização das provas de domingo e teriam sido retirados das classes ainda durante o exame, diz o MEC

Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 23 milhões
Neste sábado (18) o último dos três sorteios da semana da “Mega-Sena dos Pais) pode pagar para um ou mais acertadores até R$ 23 milhões. Durante os o...
Gabaritos do Enceja já estão disponíveis no site do Inep
O Ministério da Educação (MEC) divulgou no final da tarde de hoje (17) gabarito oficial do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens...
Capes torna mais rígida avaliação de cursos de pós-graduação
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) tornou mais rígida a avaliação dos cursos de pós-graduação no país. De acordo c...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions