A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

04/02/2009 07:45

Plano para acabar com congestionamentos inicia em um mês

Redação

Em trinta dias deve ser colocado em ação um plano emergencial para melhorar o tráfego na área central de Campo Grande. Segundo o diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Transito), Rudel Trindade Júnior, trata-se de uma reorganização dos controladores dos semáforos que irá sincronizá-los de forma a criar uma "onda verde".

De acordo com Trindade, ainda nesta semana ele vai se reunir como prefeito Nelsinho Trad (PMDB) para apresentar um estudo que foi realizado pela empresa que atualmente fornece os equipamentos para o município. O sistema antigo quebrou há tempos, e hoje o sistema funciona sem qualquer possibilidade de sincronização.

"O estudo mostra a necessidade de se trocar alguns controladores, pois há dois tipos e eles não se comunicam entre si. Depois que fizermos a coordenação dos semáforos, o trânsito vai fluir mais rápido", garante diretor, lembrando que a decisão final será tomada pelo prefeito.

Trindade disse que ao assumir a Agetran teve acesso a uma pesquisa que mostra a insatisfação da população quanto aos congestionamento em Campo Grande, especialmente na área central.

Causas - A principal causa dos congestionamentos na capital, conforme Trindade, é uma mudança no comportamento da população. "Nos últimos anos o cidadão teve acesso mais fácil à compra de veículos. Então temos um número maior e pessoas usando carros e uma diminuição do uso do transporte público. E, como não há uma maneira de se expandir as ruas, a consequência disso são os congestionamentos", explica. "Esta explosão pegou de surpresa o Brasil e em Campo Grande não é diferente", disse lembrando que o adensamento populacional agrava o problema.

O grande projeto de reordenamento de trânsito está marcado para iniciar em março. Este, com recursos do BID (Banco Interamericano de Desenvolvimento), vai ser bem mais amplo. "Vamos trocar as colunas dos semáforos que necessitarem, os focos e os controladores. O valor deste projeto está estimado em cerca de R$ 14 milhões", revela.

Além da reforma dos sistema de semáforo, Trindade disse que para se acabar com os congestionamentos em Campo Grande, é fundamental se educar a população, estimulando o uso dos transportes coletivos.

Entre os usuários, o que afasta é justamente a qualidade. "Como querem que eu deixe o carro em casa se os ônibus são superlotados nos horários que a gente precisa", diz o professor de educação Física, Giovan Calheiros.

A cabelereira Roseana Predile ataca o valor cobrado. "Tem de compensar também no bolso, com tarifa mais caras do País é complicado deixar a moto em casa, que consome pouco combsutível, para pegar um ônibus", justifica.

Rudel concorda que convencer o motorista a deixar o carro em casa e usar o ônibus não é tarefa fácil, mas lembra que há um projeto para a implantação de corredores de ônibus que devem melhorar a qualidade do transporte público. "Mas isso é um projeto a longo prazo", lembra.

Mega-Sena acumula e prêmio no sábado pode chegar a R$ 39 milhões
A Mega-Sena mais uma vez ficou sem vencer na noite desta quarta-feira (13) e, assim, acumulou. O prêmio pode subir para R$ 39 milhões no sorteio do p...
Chuva intensa de meteoros terá pico na madrugada de quinta-feira
A chuva de meteoros Geminídeos – uma das mais intensas e brilhantes do ano – vai ocorrer durante a noite de hoje (13) e a madrugada de amanhã (14) e ...
STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions