A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

18/08/2010 07:18

PM Comunitária diminuiu 40% dos crimes no Nova Lima

Redação

A instalação de uma base de Polícia Comunitária no bairro Nova Lima, no ano passado, diminui a criminalidade no local em 40%. A informação foi divulgada pelo comandante da PM, coronel Carlos Alberto David. Nesta quarta-feira, às 9h, será inaugurada a base do bairro Coophavilla II, zona sul da Capital.

As bases são implantadas em diversos bairros, para aproximar a sociedade da polícia. Os PMs lotados na nova base foram capacitados dentro da filosofia de Polícia Comunitária, e atuarão de forma mais próxima dos moradores, nos bairros onde está sediada e em regiões do entorno.

O Policiamento comunitário investe na parceria entre a população e a polícia, baseada que tanto a polícia quanto a comunidade devem trabalhar juntas para identificar, priorizar e resolver problemas, como crimes, drogas, medos, desordens físicas, morais e até mesmo a decadência dos bairros, com o objetivo de melhorar a qualidade geral de vida na área.

O policiamento comunitário baseia-se na crença de que os problemas sociais terão soluções cada vez mais efetivas, na medida em que haja a participação de todos na sua identificação, análise e discussão. E também afasta a imagem de repressão e medo que a população possa ter da Polícia.

Estes policiais estão preparados para visitar as residências, desenvolver programas de segurança preventiva e ouvir a comunidade sobre denúncias e sugestões. O programa de Polícia Comunitária é difundido pela Senasp (Secretária Nacional de Segurança Pública), desde 2006. Na Capital há três bases, nos bairros: Nova Lima, Coophasul e Aero Rancho. No Estado, há uma base em Corumbá e três sendo implantadas em Dourados, Amambaí e Três Lagoas.

O comandante da PM ressalta os resultados obtidos com a polícia comunitária e exemplifica a diminuição da criminalidade em 40% no bairro Nova Lima, após a instalação da base, no ano passado. "Após a ativação, no ano passado, o índice de criminalidade foi reduzido em 40%. São importantes e temos convicção dos resultados que trazem (as bases)", explica o coronel David.

Está em andamento desde junho deste ano adaptação do pelotão da PM do bairro Los Angeles, localizado ao lado da Escola Estadual Marçal de Souza Tupã-Y, que irá abrigar a quinta Base Comunitária de Campo grande. O local está sendo adaptado às necessidades da base, inclusive com a construção também de um anexo destinado às reuniões da comunidade de toda a região. Também está previsto a implantação de unidades no bairro União (zona oeste) e Piratininga (sudoeste).

A meta, de acordo com o coronel David, é de que houvesse uma base em cada região da Capital. "Seria o ideal, mas sempre precisamos deslocar policiais de outras funções quando criamos novas bases", comenta.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions