A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 19 de Setembro de 2018

12/08/2009 16:27

PM e PF vão começar operações contra crime em aldeias

Redação

Uma força tarefa envolvendo agentes da Polícia Federal e policiais militares começa ainda nesta semana a fazer policiamento ostensivo nas aldeias Jaguapiru e Bororó, que juntas formam a reserva indígena de Dourados.

O objetivo da operação é reduzir os índices de violência, combater uso de drogas, venda de bebida alcoólica e desmantelar a rede de comercialização de produtos furtados, instalada nas aldeias por índios e por moradores da cidade.

O policiamento especial na área indígena mais populosa do país, com 12 mil índios vivendo em 3.600 hectares a 5 km do perímetro urbano de Dourados, foi definido em reunião realizada nesta quarta-feira, na delegacia da PF em Dourados.

Estavam presentes o procurador da República Marco Antonio Delfino de Almeida, o delegado Bráulio Cezar Galloni, chefe da PF em Dourados, a chefe regional da Funai, Margarida Nicoletti, e oficiais da Polícia Militar.

Segundo o procurador, a Polícia Militar vai ajudar a PF a combater o tráfico e consumo de drogas e álcool através de um trabalho de inteligência para identificação dos fornecedores. Serão feitas rondas diárias nas aldeias, também para desarmar os índios.

A reserva de Dourados, conforme o procurador, tem índice de homicídios de 145 mortes para cada grupo de cem mil habitantes. A média nacional brasileira é de 24,5. O índice nas aldeias, segundo Marco Delfino, é maior até mesmo que o do Iraque, onde a média é de 93 assassinatos para cada grupo de cem mil habitantes.

Força Nacional

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions