A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

13/08/2010 16:37

PM irá combater crimes com bloqueio em pontos da cidade

Redação

A Polícia Militar deu início ontem a um novo tipo de operação de combate à criminalidade nos bairros de Campo Grande. O objetivo da Operação Bloqueio é impedir que crimes aconteçam.

Para isso, policiais do 1°, 9° e 10° Batalhões realizam bloqueios em pontos estratégicos da cidade, apontados pelo serviço de Inteligência da PM, onde são registrados os maiores índices de ocorrências e grande fluxo de pessoas.

Hoje, segundo dia da operação, o secretário de Justiça e Segurança Pública, Wantuir Jacini, o comandante geral da Polícia Militar, coronel Carlos Alberto David dos Santos e o comandante do Comando do Policiamento Metropolitano, coronel Sebastião Henrique Bueno, acompanharam parte dos trabalhos.

Segundo o comandante-geral da PM, coronel Carlos Alberto David dos Santos, as ações desenvolvidas n Operação Bloqueio têm caráter permanente e preventivo, de forma a garantir a atuação pró-ativa da PM.

"A ação visa principalmente apreender armas de fogo, que poderiam ser usadas para praticar de roubos e a checagem de pessoas, para averiguação de mandados de prisão em aberto. As operações também permitem coibir infrações de trânsito", salienta o comandante.

O trabalho tem apoio dos alunos do curso de formação de cabos e de integrantes da Ciptran (Companhia Independente de Polícia de Trânsito).

O primeiro dos pontos visitados pelas autoridades foi o cruzamento das avenidas Tamandaré e Mascarenhas de Moraes. Em seguida, eles seguiram para a Avenida Afonso Pena com a Rua 14 de julho, onde um novo bloqueio foi montado.

No terceiro ponto, os policiais fizeram uma barreira na Avenida Fernando Corrêa da Costa, em frente ao Horto Florestal. Ao todo, os policiais abordaram 150 motocicletas e 30 automóveis. Foram emitidos 21 autos de infração, e dez motocicletas e dois veículos recolhidos ao pátio do Detran.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions