A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

25/09/2009 09:26

PM recém formado é preso depois de briga com morte

Redação

O policial militar Carlos Augusto Bispo Oliveira, de 25 anos, nomeado em novembro do ano passado, foi preso na noite de ontem por envolvimento em uma confusão que acabou provocando a morte do jovem Saulo Freitas Correia, de 22 anos.

Saulo morreu após ser atingido por um tiro disparado por Ademir Albuquerque Oliveira, de 47 anos. Ele tentava fugir do local, quando foi preso também.

O tiro tinha como alvo o policial militar, que segundo a esposa do autor, estava ameaçando o filho dela, Rogério Moura Falcão, de 20 anos.

"Ele tentou proteger o meu filho que ia ser morto pelo policial", contou a mãe de Rogério, que preferiu não se identificar.

A briga começou em frente à casa da família de Rogério, no bairro Santo Eugênio. As primeiras informações eram de que tudo começou quando o grupo de Rogério teria "paquerado" a namorada de um dos colegas do PM, que tomava tereré em uma rua próxima.

O grupo rival foi de carro até a residência de Rogério para tirar satisfações. A confusão se agravou depois que Bispo sacou sua arma funcional, um revólver que pertence à Polícia Militar, mirando contra o rapaz que correu para dentro e pediu a ajuda do padrasto.

O padrasto, Ademir Albuquerque, saiu da casa já armado e atirou, acertando Saulo. O revólver calibre 38, usado para o crime, ainda não foi apresentada à Polícia.

Além de Ademir, do policial militar e de Rogério, foram presos ainda Cleiton Azevedo Pereira, de 20 anos; Sanio Rodrigues da Silva, de 22 anos; Lizandro Roberto Jesus Onorio, de 28 anos; e Flavio Ferreira de Souza, de 21 anos.

Ademir Oliveira foi indiciado por homicídio doloso.

A Polícia Militar informou que vai abrir sindicância para apurar o que o PM Carlos Augusto Bispo Oliveira fazia no local do crime.

(Matéria editada às 10h para correção de informações)

STF tem maioria a favor de delação negociada pela Polícia Federal
O Supremo Tribunal Federal (STF) formou hoje (13) maioria para manter a autorização legal para que a Polícia Federal (PF) possa negociar delações pre...
UFGD oferece vagas em 36 cursos de graduação pelo Sisu
A UFGD (Universidade da Grande Dourados) está ofertando 944 vagas em 36 cursos de graduação para o Sisu (Sistema de Seleção Unificada). As inscrições...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions