A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

21/08/2010 09:00

PMA fecha duas carvoarias e flagra exploração de madeira

Redação

A PMA (Polícia Militar Ambiental) de Corumbá autuou ontem Silvio Macedo Amado, de 33 anos, e José Rubens Esgaravati, de 58 anos, agricultores do Assentamento Tamarineiro II, responsáveis por uma carvoaria ilegal.

Foram apreendidos 1 m³ de lenha, 6 m³ de carvão vegetal nativo e 1moto serra.

As atividades no local, que tinha três fornos, foram paralisadas.

Os responsáveis podem pegar de um a seis meses de detenção. Cada um recebeu multa de R$ 5,5 mil.

No mesmo assentamento, foram apreendidos 6 m³ de lenha em tocos, 100 unidades de tábuas, madeiras das espécies angico, piúva e peroba e 16 postes de aroeira armazenados. A PMA também encontrou 3 hectares de desmatamento de vegetação nativa, todos sem a licença ambiental.

Ao perceber a aproximação da fiscalização, o responsável fugiu, mas foi identificado como Luiz Claudio Teixeira Barberi, agricultor de 38 anos.

Ele receberá multa de R$ 3,1 mil e poderá ficar detido de seis meses a um ano. O acusado foi autuado em abril de 2010, pelo mesmo crime ambiental.

Madeira

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions