A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

29/10/2010 16:59

PMA não descarta que onça já tenha saído de parque

Redação

A PMA (Polícia Militar Ambiental) não descarta que a onça pintada que fugiu do Cras (Centro de Reabilitação de Animais Silvestres) nesta manhã já tenha saído dos limites do Parque Estadual do Prosa.

Segundo o comandante da PMA, major Carlos Matoso, duas hipóteses são levadas em consideração durante as buscas. Uma é de que a onça tenha saído do parque e se escondido em alguma mata da região. Por este motivo foram destinadas duas equipes para buscas na região externa. Contudo, nenhuma delas encontrou vestígios de que o anima tenha saído da área.

A outra hipótese, considerada pela Polícia como mais provável, é de que a onça ainda esteja no local. Por isso, três equipes fazem buscas na mata. Conforme o comandante, até amanhã será possível ter uma definição se ela está ou não no parque. "Estamos fazendo esse diagnóstico", afirma.

Além dos policiais, funcionários do Cras e do Instituto Pró-Carnívoros ajudam nas buscas. Três cães de uma fazenda de Jaraguari auxiliam no trabalho e outros dois de Miranda devem chegar nesta noite.

O trabalho que durou o dia todo será interrompido agora às 18h e deve ser retomado amanhã assim que amanhecer. Logo mais, às 18h30, a PMA concederá entrevista coletiva em sua sede no Parque dos Poderes para esclarecer o caso.

Instinto - O comandante da PMA esclarece que a onça foi alimentada nesta manhã e pode permanecer dias sem comer. Contudo, caso não seja encontrada logo, saberá caçar animais de dentro da reserva, como cutias.

Segundo o major, apesar de o animal ser criado em cativeiro, as onças-pintadas têm fortes instintos e facilidade para caçar. Questionado se o animal oferece algum risco, o major Matoso garante que ela não é agressiva e nunca teve histórico de agressividade com o criador. "

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions