A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

16/02/2011 17:03

Transferidos para MS 17 PMs acusados de integrar grupo de extermínio

Marta Ferreira
Major acusado de chefiar grupo de extermínio foi candidato a deputado em GO. (Diário da Manhã)Major acusado de chefiar grupo de extermínio foi candidato a deputado em GO. (Diário da Manhã)

Foram transferidos nesta tarde para o Presídio Federal de Campo Grande 17 dos 19 policias militares presos em Goiás, acusados de integrar um grupo de exterminínio. Eles foram alvo da Operação Sexto Mandamento (Não matarás).

Os policiais foram escoltados pela Polícia Federal e pelo Depen (Departamento do Sistema Penitenciário).

A Associação de Cabos e Soldados da Polícia Militar tentou evitar a transferência, segundo divulgou o Jornal Diário da Manhã, de Goiânia. O advogado da entidade, José Maria Sobrinho, informou que entraria na Justiça alegando que os militares têm o direito de permanecer presos em quartéis enquanto não forem condenados e que todos são funcionários públicos, têm endereços fixo e colaboram com a Justiça quando solicitados.

A operação Sexto Mandamento foi deflagrada para cumprir 19 mandados de prisão preventiva e oito mandados de prisão temporária. As investigações começaram em dezembro de 2009, a partir de levantamentos do Ministério Público de Goiás, investigados pela Polícia Federal.

A PF entrou no caso por conta da violação dos direitos humanos e a interestadualidade dos crimes. “O Ministério Público acompanha esses casos há mais de uma década. Em Goiás, não há mais espaço para desrespeitos como esse”, afirmou o procurador.

A suspeita é de que o grupo de extermínio tenha feito mais de 40 vítimas, entre homens, mulheres e criança.

Os integrantes, segundo a Polícia Federal divulgou, agiam como uma milícia. Crimes cometidos desde 1996 há até poucos meses atrás figuram na lista de investigação. Os policiais uma vala clandestina nos arredores de Goiânia, onde podem estar de 12 corpos de pessoas desaparecidas O grupo atuava ainda nas cidades de Formosa, Rio Verde, Acreúna e Alvorada do Norte.

Os nomes dos transferidos não foram divulgados. Um dos presos é o major Ricardo Rocha Batista, investigado por matar 15 pessoas em menos de dois anos em Formosa (MG), além do sequestro e da execução de um fazendeiro e de quatro moradores de Flores de Goiás e Alvorada do Norte.

Ele é acusado de chefiar um grupo de oito policiais militares do 16º Batalhão. O major foi um dos primeiros a serem presos pela PF e nas últimas eleições foi candidato a deputado estadual com slogan "Tolerância zero contra o crime" dentro de um emblema de xerife.

(Com informações do Jornal Diário da Manhã)

Mais de cem empresas são notificadas por não cumprirem lei de aprendizagem
Mais de cem empresas foram notificadas por não cumprem a Lei de Aprendizagem em Mato Grosso do Sul. Segundo a Superintendência Regional do Trabalho, ...
Universidades terão incentivo de R$ 10 milhões a projetos de combate a obesidade
Chamada pública do Ministério da Saúde incentiva universidades públicas e privadas a desenvolver projetos com ações de prevenção, diagnóstico e trata...


Brasileiro e cagao, e so criar pena de Morte para todos os Crimes de ediondo., que acaba com 80% dos crimes, e so os politicos terem a coragem, e cortar na propria carne.
 
Helio C. Alencar em 17/02/2011 10:24:30
Aqui no Brasil é tudo muito fácil. Até parece que esses presídios federais resolvessem alguma coisa. Só trazem mais medo não só para a população de Campo Grande, mais também para todas as populações de todas as outras cidades que existem presídios federais. Engraçado que eles pensam nos direitos desse bandidos que estão presos, mais não pensam em nossos direitos e opiniões. Esse dias estava vendo em uma revista como é o regime em um presídio federal no Estado Unidos, na Itália é perfeito. Comparado com o Brasil, aqui no Brasil ta mais pra colônia de férias do que pra presídio.
 
Viviane Morel em 17/02/2011 10:21:47
è seu antonio Deus acóde sim,,,mas acóde quem vota em gente honesta, correta e integra,,pessoas raras no Brasil inteiro e que até o momento nao foram encontradas,,quero discordar do senhor que disse que a culpa seja de um "ex-secretario de segurança, de um ex-governo, tampouco, é do atual prefeito, o senhor esqueceu, alias a maioria dos brasileiros "ELEITORES", principalmente desses ultimos 20 anos de democracia esqueceram
 
waldecy romão em 17/02/2011 09:33:38
verdade Srº Antonio a coiseza aqui ta feia nosso estado ja é descriminado por todo territorio brasileiro, ta virando deposito de lixo e dos grandes, daqui uns dias nao vamos nem poder sair as ruas por que so vai ter bandido...
 
Renan Vieira em 17/02/2011 07:33:06
Agora meu povo pode esperar, tudo de ruim que acontece la fora vai parar ak no nosso presidio federal, o famoso deposito de coisa ruim como disse meu caro colega la em cima fico triste mais tenho que concordar com ele,
 
jeferson medeiros em 16/02/2011 11:29:19
antonio voce esta com razao, os parentes vem visitar os caras para levar recados para os que estao soltos, e depois ainda mandam os caras virem para ca fazer uns corres para sustentar a familia que esta fora,e tao complicado isso, e tambem serve para esfriar a bronca dos malas la no estado deles, daqui a pouco mandam eles de volta ja ta meio esquecido a bronca eles saem na boa tudo tranquilo ainda arruma um advogado mala que entra com processo contra o estado e ainda recebe um indenizaçao por danos moraes e tudo mais, tudo e questao de acerto.
 
luiz fernandes em 16/02/2011 08:10:14
Concordo com vc, para que vir para cá? Cada um que fique com seu lixo, Campo Grande virou o lixão do país, aprontou, matou, traficou, vem tudo para nós e junto com ele vem mais violência. Tá na hora de se dar um basta nisso. Aprontou, fique no seu Estado.
 
marivane cavalcanti em 16/02/2011 06:55:33
Não tem jeito mesmo, Campo Grande virou depósito de coisa ruím, graças a um determinado ex SEC: de SEGURANÇA de um ex GOVERNO de triste lembrança para o MS junto com o atual prefeito, que aceitou trazer este presidio aqui para nossa cidade, agora o elemento pratica todo tipo de crime lá do outro lado do país, mas é aqui que ele vem parar, e de quebra, vem os parentes e o resto da gangue. DEUS nos acuda.
 
Antonio Mazeica em 16/02/2011 05:19:10
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions