A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

28/03/2008 09:35

Polícia apreende agendas e computador de tatuador morto

Redação

Para dar prosseguimento às investigações sobre a execução do tatuador Luciano Estevão dos Santos, o Jhonny, ocorrido na terça-feira (25) a Polícia Civil apreendeu nesta sexta-feira e o computador do estúdio dele e agendas telefônicas.

Policiais da Delegacia de Homicídios, que agora fica responsável pelo caso, estiveram nesta manhã no estúdio de Jhonny, onde ele foi assassinado. A mulher do tatuador, Cássia, e um irmão dele, também ficaram por meia-hora no local junto com a polícia.

A reportagem do Campo Grande News não teve acesso ao local, mas da vidraça era possível observar que policiais e familiares conversavam. De acordo com o delegado Silvério Arakaki, hoje à tarde deve ser tomado depoimento de alguns parentes. Ninguém da família quis dar entrevista.

A polícia diz que já tem um suspeito do crime, mas não dá detalhes. Familiares e amigos disseram que Jhonny não tinha inimigos. Ele tinha 34 anos e foi atingido por dois tiros.O assassino pediu ao recepcionista para ser anunciado e ao entrar na sala onde o tatuador estava, o obrigou a deitar no chão e teria dito que o crime foi encomendado.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions