A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

01/07/2011 18:47

Polícia Comunitária intensifica ações no Los Angeles e se aproxima da comunidade

Paula Vitorino

Trabalho visa aumentar segurança da região e realizar ações em parceria com os moradores

PMs abordaram moradores da região para coibir crimes. (Foto: Simão Nogueira)PMs abordaram moradores da região para coibir crimes. (Foto: Simão Nogueira)

Com o objetivo de inibir crimes e aproximar a comunidade do trabalho da Polícia Militar, cerca de dez militares da base comunitária do bairro Los Angeles intensificaram as ações na região. Nesta sexta-feira (1), os policiais realizaram abordagens desde às 7h, na divisa com o Jardim Sumatra.

Foram feitas aproximadamente 50 abordagens, entre veículos, motocicletas, ciclistas e pedestres. Crianças e adolescentes que estavam soltando pipa com cerol também foram autuados.

Um adolescente foi flagrado empinando uma motocicleta há poucos metros da fiscalização. Ele foi encaminhado para a Depac Piratininga, juntamente com os pais.

De acordo com o sargento Felipe Gamarra, as ações têm o objetivo de mostrar para a população que a PM está presente todos os dias na região e que trabalha em conjunto com os moradores.

“Nós precisamos trabalhar em conjunto. Muitas vezes as pessoas procuram outros meios para reclamar, mas não vão até a base comunitária fazer a denúncia. Só sabendo dos problemas é que vamos pode resolver”, incentiva.

Ele ressalta que a PM não pode estar em todos os lugares, sempre, e por isso precisa da “vigilância” da própria comunidade.

O estopim, segundo Gamarra, para as necessidades da região ficarem ainda mais em evidência e as ações ostensivas se iniciarem no bairro foi o assassinato de Didie Soares Teixeira, de 34 anos, no início da noite de sábado (26). O rapaz foi morto com três tiros, além de facadas, na rua Augusto Rossini Guide, no Jardim Sumatra.

O crime aconteceu por motivo fútil, após uma briga entre os vizinhos. O autor, Leandro Souza dos Santos, conhecido por “Baú”, se entregou na quarta-feira (29) e confessou o crime. Ele tinha passagens por roubo e porte ilegal de arma.

Rondas foram feitas pelo bairro. Rondas foram feitas pelo bairro.

Confiança - O sargento explica que a população pode entrar em contato com as bases comunitárias do seu bairro para fazer denúncias, buscar orientação e ajuda. Segundo ele, as informações recolhidas são sigilosas e armazenadas para dar início as ações necessárias.

“Se a população não denúncia, como vamos ter elementos para abordar um indivíduo? Não podemos entrar em uma casa sem mandado judicial, mas havendo indícios da própria população podemos passar isso para ser investigado ou conseguir um flagrante em alguma abordagem”, frisa.

A base comunitária da PM foi instalada no Los Angeles em outubro do ano passado, e segundo o comandante tenente-coronel, Reginaldo Medeiros, vem conseguindo diminuir os índices de criminalidade na região com os trabalhos de segurança preventiva.

Comunitária - “A polícia é o público e o público é a polícia: os policiais são aqueles membros da população que são pagos para dar atenção em tempo integral às obrigações dos cidadãos”. Este é um dos lemas da Polícia Comunitária.

A comunidade é a base para o trabalho da Polícia, e dentro dela os militares devem buscar soluções e estratégias de segurança. O trabalho propõe que os cidadãos participem, como plenos parceiros da polícia, dos direitos e das responsabilidades envolvidas na identificação, priorização e solução dos problemas.

Além dos serviços de segurança, a Polícia Comunitária também desenvolve projetos sociais junto as comunidades, como palestras e esportes.



Parabéns a toda equipe policial comunitária pela iniciativa. Podem ter certeza que colherão bons resultados do trabalho realizado.
 
jose alfredo de melo em 02/07/2011 10:55:17
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions