A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

06/07/2010 19:36

Polícia de MG colherá material genético de mãe de Eliza

Redação

Na tentativa de comparar o sangue encontrado no porta-malas do carro do goleiro Bruno, do Flamengo, com o de Eliza Samudio, a perícia mineira contará com a ajuda da mãe dela, Sônia de Fátima Moura. Ela viajou na manhã de hoje para Contagem (MG).

De acordo com o portal Yahoo, Sônia já desembarcou em Minas Gerais na tentativa de auxiliar nas investigações do desaparecimento de sua filha. Ela aceitou ter sua saliva recolhida pela polícia.

Mesmo já tendo coletado dados genéticos do pai de Eliza, Luiz Carlos Samudio, e também do filho, o chefe do Departamento de Investigação da Polícia Civil de Belo Horizonte, delegado Edson Moreira, considera o material da mãe com maior subsídio genético.

Segundo ele, a saliva da mãe será importante para ajudar na confirmação de que o sangue encontrado na Range Rover e no sítio do goleiro, no dia 8 de junho, é realmente da estudante Eliza Samudio, desaparecida há quase um mês.

Quanto à briga da guarda do neto Bruno, travada entre os pais de Eliza, a justiça do Paraná concedeu temporariamente a responsabilidade ao pai, Luiz Carlos, até o caso ser solucionado pela polícia mineira.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions