A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

01/12/2011 00:54

Polícia Federal prende três suspeitos de atentado contra índios na fronteira

Paulo Fernandes

Três pessoas foram presas suspeitas de participação no ataque do último dia 18 contra os índios Guarani Kaiwá e desaparecimento do cacique Nísio Gomes, no acampamento Tekohá Guaiviry, entre os municípios de Amambai e Ponta Porã.

A prisão ocorreu ontem, mas informação só foi divulgada há pouco, por meio de um comunicado da Delegacia de Polícia Federal de Ponta Porã. Pelo telefone, um policial federal confirmou a informação procede, mas disse estar impedido de dar qualquer detalhe.

Segundo o comunicado, que não revela a identidade dos suspeitos, eles estão sob custódia da Polícia Federal em Ponta Porã, prestando depoimento.

O atentado do último dia 18 ganhou as páginas dos principais jornais de todo o mundo. Mato Grosso do Sul vive em um clima de tensão por conta da indefinição sobre a questão fundiária indígena.

Segundo o Cimi (Conselho Indigenista Missionário), 250 indígenas foram mortos em Mato Grosso do Sul nos últimos oito anos.

Relatório Específico de Violência contra os Povos Indígenas revela ainda que o Estado concentrou 55% dos casos de assassinatos de indígenas no País.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions