A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 20 de Janeiro de 2019

07/12/2010 14:27

Polícia Ambiental já prendeu 14 pescadores durante a Piracema

Fernanda França

A PMA (Polícia Militar Ambiental) já prendeu 14 pessoas pescando durante a Piracema, época de reprodução das espécies.

Ontem, em Três Lagoas, o 14º infrator foi flagrado no rio Paraná, onde já havia pescado 14 quilos de peixe. Ele foi encaminhado até a delegacia de Polícia Civil e autuado em flagrante.

Os petrechos e o pescado foram apreendidos, e a multa foi de R$ 980,00. A PMA alerta que a única pesca permitida neste período nos rios de domínio do Estado é na modalidade “subsistência”. Até o dia 13 de novembro, 7 pescadores haviam sido presos pela PMA. Ou seja, o número dobrou em menos de um mês.

A pesca só voltará a ser permitida nos rios de Mato Grosso do Sul no dia 20 de fevereiro de 2011.

Mega-Sena acumula e pode pagar até R$ 38 milhões na quarta
Ninguém acertou as seis dezenas da sorte na noite deste sábado (19) e o prêmio da Mega-Sena acumulou em R$ 38 milhões. O próximo sorteio está previst...
OMS lista as 10 principais ameaças para a saúde em 2019
Surtos de doenças preveníveis por vacinação, altas taxas de obesidade infantil e sedentarismo, além de impactos à saúde causados pela poluição, pelas...


A pesca deveria ser proibida por pelo menos 03 anos em todas as modalidades, exceto
pesque e solte. A comercialização de peixes de rio deve ser extinta. O governo deveria
dar um prazo aos profissionais da pesca pra que procurem outra atividade e subsidiando-os durante esse periodo. Pesca em rios deveria ser apenas de subsistencia
ou pesque e solte. Nosso rios não aguentam mais tanta retirada de pescado. Pesca comercial deve ser feita apenas no mar. Incentivar tambem a piscicultura para que peixes da fauna pantaneira possam ser criados em cativeiro. Se a piscicultura conseguir suprir
o mercado de peixes, não haveria necessidade da pesca comercial em rios.
 
Eduardo de Oliveira em 08/12/2010 08:03:51
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions