A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

17/11/2008 14:32

Polícia nega recusa para registrar boletim de ocorrência

Redação

O delegado titular do 2º DP (Distrito Policial) da Capital, Carlos Ortiz, negou que tenha ocorrido recusa para registrar boletim de ocorrência por discriminação contra a terena Joyner Santana Alcântara, 19 anos. Segundo o delegado, no dia em que a estudante procurou a unidade não sabia o nome dos autores e, por este motivo, disse que voltaria para apresentar à Polícia os nomes dos responsáveis pelo caso de discriminação.

De acordo com Ortiz, o agente que atendeu Joyner explicou que caso ela tivesse os nomes poderia fazer a representação contra os autores no momento do registro. Segundo o delegado, a estudante disse que voltaria à delegacia outro dia e não voltou a entrar em contato com a Polícia.

Ele assegura que nenhum policial caçoou da indígena e que está surpreso com o fato da estudante ter procurado a reportagem antes mesmo de voltar à delegacia.

MEC deve homologar Base Comum Curricular na próxima quarta-feira
O Ministério da Educação informou que a Base Nacional Comum Curricular (BNCC), aprovada hoje (15) pelo Conselho Nacional de Educação (CNE), deve ser ...
Presos da penitenciária federal da Capital são julgados por crime em RN
Um preso custodiado no presídio federal de Campo Grande foi julgado, ao lado de outros três homens, na quinta-feira (14) e nessa sexta-feira (15) por...
Governo Federal reduz período do horário de verão para 2018/19
O presidente Michel Temer assinou hoje (15) um decreto reduzindo em duas semanas o horário de verão em 2018. No ano que vem, a medida começará a vale...
Inscrições para o Vestibular 2018 da UFMS seguem abertas
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions