A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 22 de Janeiro de 2018

28/08/2008 10:00

Polícia tenta identificar autor dos tiros em tatuador

Redação

Com a prisão do suspeito de ser o mandante do assassinato do tatuador Luciano Estevão dos Santos, o Johnny, a Polícia Civil espera chegar à identificação do executor. O retrato falado dele já foi divulgado.

De acordo com o delegado Luís Carlos Rodrigues da Silva, a DEH (Delegacia de Homicídios) trabalha agora também para conseguir mais provas que confirmem o envolvimento do empresário Miguel Bacargi Filho.

Para chegar à identificação do autor dos tiros que mataram Johnny, testemunhas serão ouvidas novamente, assim como novas serão arroladas. O crime aconteceu em março deste ano no estúdio da vítima, no centro de Campo Grande.

Luís Carlos também disse que pretende conversar com os peritos que estiveram no local e ouvir mais uma vez Miguel, que deve ser um dos últimos a prestar depoimento.

Miguel foi preso nesta quarta-feira por mandado de prisão expedido pelo juiz da 1ª Vara do Tribunal do Júri, Júlio Roberto Siqueira Cardoso. }

No inquérito há cartas que ele teria escrito, que demonstram a revolta de Miguel com o tatuador. A revolta seria porque a esposa dele, teria um romance com Johnny.

O empresário e a esposa tinham sido ouvidos no início das investigações. Ele nega envolvimento e ela fala que apesar de ser amiga do tatuador, não tinha envolvimento amoroso com ele.

Ela e Johnny se conheceram em uma academia de ginástica. Miguel é proprietário de um posto de combustíveis na Avenida Marechal Deodoro.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions