A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 25 de Setembro de 2018

08/12/2017 09:30

Policiais federais que atuam na fronteira vão receber adicional de R$ 91

Também terão direito ao adicional os servidores da Polícia Rodoviária Federal, Receita Federal, auditores-fiscais agropecuários e auditores do trabalho

Viviane Oliveira
Policiais federais durante operação para combater o tráfico de drogas no Mato Grosso do Sul (Foto: divulgação/PF) Policiais federais durante operação para combater o tráfico de drogas no Mato Grosso do Sul (Foto: divulgação/PF)

Policiais federais e policiais rodoviários federais que trabalham em áreas fronteiriças passarão a receber adicional de R$ 91. O decreto foi assinado na última terça-feira (6), pelo presidente Michel Temer (PMDB). Também terão direito ao adicional os servidores da Receita Federal, auditores-fiscais agropecuários e auditores do trabalho. 

Segundo o ministro da Justiça e Segurança Pública, Torquato Jardim, a gratificação é um estímulo para quem trabalha em zonas criticas, na repressão ao tráfico de drogas e armas.

O adicional, que foi fixado por dia trabalhado, não será incorporado ao salário. Por exemplo, se o policial sair da zona de fronteira, perde o direito de recebê-la. O pagamento da verba está restrito a policiais lotados em 50 municípios brasileiros, a serem listados em portaria do Ministério do Planejamento.

Conforme o Ministério da Justiça e Segurança Pública, o reforço no policiamento de fronteira vem sendo usado pela União no combate ao crime organizado no Rio de Janeiro. A estratégia é reprimir o abastecimento de armas, munições e drogas antes de elas chegarem ao destino final.

O comando das forças federais que apoiam os órgãos de segurança do Rio montaram ondas de contenção. Uma delas, do Rio Grande do Sul ao Mato Grosso do Sul, rota de entrada principalmente de armas e drogas ilegais vindas do Paraguai e da Bolívia.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions