ACOMPANHE-NOS    
JANEIRO, SEGUNDA  17    CAMPO GRANDE 29º

Cidades

Por sedex, celular entra em presídio em cabo de rodo

Por Redação | 28/08/2008 11:52

Agentes penitenciários da inteligência da Agepen (Agência Estadual do Sistema Penitenciário) encontraram um celular escondido no cabo de madeira de um rodo que foi enviado por sedex para o presídio Harry Amorim Costa, em Dourados.

A correspondência foi postada em Ponta Porã e endereçada ao detento Adriano Lemes dos Santos, preso por assalto.

De acordo com os agentes, a remetente da inusitada encomenda era Jussara Lemes, moradora do bairro Roncador, em Ponta Porã. Além do rodo, ela enviou uma vassoura, creme dental e sabonete para Adriano Lemes.

O celular foi descoberto porque todo o material enviado ao presídio é monitorado por meio de equipamento de raio-x.

A forma como o aparelho estava escondido, no cabo de madeira de cerca de 60 centímetros, surpreendeu os agentes. Eles quebraram o cabo, que não apresentava emendas aparentes.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário