A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

24/03/2010 11:20

Prefeitura de Nova Andradina rebate denúncias da CGU

Redação

Em nota oficial, a prefeitura de Nova Andradina se defendeu hoje das denúncias de irregularidades divulgadas pela CGU (Controladoria Geral da União), que realizou fiscalização no municpio entre agosto e setembro do ano passado.

As irregularidades com verbas federais foram divulgadas pelo Campo Grande News no último dia 20. A prefeitura ressalta que só se manifestou hoje porque teve acesso ao relatório somente ontem.

No caso do Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil), a prefeitura informa que a situação encontrada pela CGU, que denunciou salas de aulas com infiltrações e alunos estudando em mesas e carteiras deterioradas, já foi resolvida.

"Hoje, os serviços e obras já estão concluídos o espaço físico está perfeitamente adequado às necessidades dos beneficiários do Programa, não existindo quaisquer infiltrações ou problemas estruturais. As carteiras foram reformadas e estão sendo utilizadas pelos beneficiários do Peti", informa o documento, com seis páginas, assinado pelo assessor jurídico do município, Gustavo Pagliarini de Oliveira.

Já o armazenamento precário dos remédios, que inclusive foi registrado em fotografia, também teria sido solucionado. "Os locais para armazenamento dos medicamentos foram devidamente adequados evitando o contato com o solo e com as paredes ou até mesmo com o lixo hospitalar".

Ainda na questão da saúde, a prefeitura rebate a informação de que há deficiência nos atendimentos realizados pelas equipes de agentes de saúde, gerando filas na madrugada dos postos. Segundo a nota, a situação relatada "não condiz com a realidade".

A CGU também localizou irregularidades no programa Bolsa Família: 38 servidores municipais recebiam o benefício. Neste caso, a prefeitura reconhece a irregularidade e, sem citar na nota que se tratava de servidores públicos, detalha a situação atual dos pagamentos.

Dos 38 casos, 9 tiveram o benefício cancelado, 17 continuam com o pagamento bloqueado, 1 teve o pagamento encerrado por exceder o tempo de permanência no programa, 8 tiveram o pagamento liberado e 3 atendidos pelo Programa Benefício Jovem não sofreram alterações.

A prefeitura abriu sindicância para apurar "eventual responsabilidade de servidores no recebimento inadequado do benefício".

Desperdício

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions