A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

18/03/2011 11:14

Prejuízos da chuva já levaram 15 municípios a declarar emergência

Marta Ferreira

Quinze cidades de Mato Grosso do Sul já declararam situação de emergência por causa dos estragos provocados pelas chuvas neste ano.

Na maioria delas, as estradas estão intransitáveis, o transporte escolar foi interrompido e a produção agrícola foi bastante prejudicada, com a perda da safra de soja e as dificuldades para escoar a produção.

Já decretaram emergência Anastácio, Dois Irmãos do Buriti, Aquidauana, Paranaíba, Sidrolândia, Campo Grande, Coxim, São Gabriel do Oeste, Nioaque, Maracaju, Santa Rita do Pardo, Ribas do Rio Pardo, Ivinhema, Nova Alvorada do Sul e Bonito.

O governo do Estado também declarou situação de emergência, medida que é tomada para assegurar a liberação de recursos com urgência para auxílio aos moradores das áreas afetadas e para reconstrução do que foi destruído.

Anastácio e Aquidauana sofreram durante vários dias com o transbordamento do rio, que chegou a deixar a população ilhada.

Em Paranaíba, o abastecimento de água foi interrompido por causa do algamento na estação de tratamento de esgoto.

Em Campo Grande, os estragos estão por toda a parte, no asfalto deteriorado e nas erosões que se formaram, como em uma cratera formada no Bairro Nova Lima.

Em Campo Grande, cratera no Nova Lima é uma das imagens mais marcantes da destruição provocada pelas chuvas.(Foto: João Garrigó)Em Campo Grande, cratera no Nova Lima é uma das imagens mais marcantes da destruição provocada pelas chuvas.(Foto: João Garrigó)

Verbas-Por enquanto, o único socorro anunciado pelo Governo Federal foram R$ 5 milhões, segundo informou o ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra, que visitou o estado na semana passada e sobrevoou as áreas afetadas.

Só na Capital, o cálculo é de que serão necessários R$ 45 milhões para a recuperação. No Estado, são mais de R$ 110 milhões só para as estradas, R$ 35 milhões só para pontes, conforme a estimativa divulgada.

No setor agrícola, o prejuízo com a quebra de safra é estimado em mais de R$ 1,5 bilhão e a perda é de 1 milhão de toneladas de soja. Os produtores aguardam a divulgação de uma normativa que garanta a renegociação das dívidas contraídas.

Termina na 4ª feira prazo para adotar cartinha e ajudar Papai Noel dos Correios
Termina na próxima quarta-feira (dia 13) o prazo para quem quiser adotar uma cartinha do projeto Papai Noel dos Correios. Os interessados devem compa...
Câmara de Vereadores entrega meio milhão de reais em emendas parlamentares
A Câmara Municipal de Costa Rica, a 305 quilômetros de Campo Grande, realiza nesta segunda-feira (dia 11) três sessões, duas delas especiais. Às 14h ...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions