ACOMPANHE-NOS    
OUTUBRO, SÁBADO  31    CAMPO GRANDE 25º

Cidades

Presa em MS dupla que aplicava golpe em outros Estados

Por Redação | 10/11/2009 17:27

Iremar Alves Bezerra, 45 anos, o "Billi", e Gilmar Aureliano Gonçalves, 37 anos, foram presos hoje em Campo Grande, durante operação conjunta feita por agentes do Garras (Grupo Armado de Repressão e Resgate a Assaltos e Sequestros) e do DIP (Departamento de Defraudações) de Brasília.

Eles são suspeitos de aplicar golpe contra empresários de Mato Grosso do Sul, Goiás, Distrito Federal e São Paulo.

As investigações apontam que os envolvidos no esquema se passavam por servidores públicos para realizar licitações em nome de órgãos públicos, entre eles o Dnit (Departamento Nacional de Infra-Estrutura de Transportes).

Os golpistas tentavam adquirir mercadorias a preços mais atraentes e, para isso, convenciam os empresários a entrar nos processos licitatórios.

Bezerra e Gonçalves agiam na captação de novas vítimas, que iam para Brasília (DF) encontrar os supostos gestores.

Eles negociavam com os empresários, que entregavam parte do dinheiro solicitado.

No entanto, quando retornavam aos estados origens, não recebiam as mercadorias e nem o dinheiro de volta.

Segundo a Polícia, geralmente, os golpistas entravam em contato via telefone e marcavam os encontros nas esplanadas dos ministérios, para dar a entender que trabalhavam em algum órgão público.

Na operação, foram presas duas pessoas em Mato Grosso do Sul, uma em Goiás e três em Brasília.

Em Campo Grande, mandados de busca e aprensão e prisão foram cumpridos no Aero Rancho e Oliveira III.

Os nomes dos outros autores não serão revelados para não prejudicar os resultados das investigações, que são coordenadas em Brasília.

Ainda não foi divulgado o valor levado pelo grupo e quantos empresários caíram nos golpes.

Nos siga no Google Notícias
Regras de comentário