A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

29/05/2009 17:40

Preso bandido que rendeu Trad; jóias foram recuperadas

Redação

Mais um envolvido ao assalto a casa do prefeito Nelsinho Trad (PMDB), ocorrido dia 5 de maio, já está preso. Paulo Henrique da Silva, 23 anos, é um dos três que renderam o prefeito. Ele é o sexto envolvido a ser preso.

Paulo Henrique foi preso em ação conjunta do Garras e Defron (Delegacia de Fronteira), na tarde de quarta-feira (27) na cidade de Fátima do Sul, que fica a 245 quilômetros de Campo Grande. Com ele foram apreendidas diversas peças de jóias roubadas da casa de Nelsinho.

Segundo o Garras, Paulo Henrique confessou o crime e disse que havia escondido as jóias roubadas no Assentamento Itamaraty, em Ponta Porã, município que faz fronteira com o Paraguai.

No local indicado por ele foram encontradas 25 peças de jóias, três espingardas, e várias munições de calibres 32 e 22. As armas e as munições pertenciam ao dono do lote e não têm relação com o roubo à casa de Nelsinho.

O restante das jóias roubadas, no total de 100, ainda não foram encontradas. De acordo com a Polícia, Paulo Henrique iria vender as peças. Ele tem antecedente por tráfico de drogas e estelionato.

Com a prisão dele, o Garras identificou outro envolvido no roubo: Marcos Ferreira de Carvalho, 31 anos, o "Barriga". Ele está foragido da Colônia Penal Agrícola desde maio deste ano, onde cumpria pena por roubo.

O crime -Por volta de 20 horas do dia 5, o prefeito, o motorista e o segurança foram rendidos por quatro bandidos. Três renderam Nelsinho já dentro de casa, no quarto, e o outro ficou do lado de fora.

Do local foram roubadas jóias e fotografias. O prefeito afirma que não foi levado dinheiro

O assalto foi encomendado pelo empresário Moacir Santos Zanuncio, 49 anos, dono de uma livraria. Ele alegou estar endividado e não ter dinheiro para quitação e por isso decidiu pelo crime.

Ele, que está preso, planejou o crime e contratou Silvio César Gonçalves Dutra, o "Negão".

Silvio, que está foragido, chamou Paulo Henrique, Marcos Ferreira, e Marcos Roberto Marques, o "Marcão", para a execução. Estes três últimos também estão foragidos.

Após o roubo, os assaltantes tiveram o apoio de Anderson Rodrigo Neves, de 24 anos, para a fuga. Ele também já está preso.

Filho -Cinco dias antes do prefeito ter sido rendido, o filho dele já havia sido assaltado em frente de caso. Do rapaz foram roubados R$ 100 e um Iphone.

Um adolescente de 16 anos, Deivison Silva Trajano, o "Dede", 18 anos, estão presos pelo roubo. Com a prisão deles e de Anderson Ferreira dos Santos, o "Pepe", 24 anos, foi que o Garras chegou até os outros envolvidos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions