A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

11/06/2008 16:10

Preso fisiculturista por distribuir hormônio ilegalmente

Redação

Policiais da Depac (Delegacia Especializada de Atendimento à Comunidade) prenderam nesta quarta-feira o fisiculturista Dorival Duarte de Souza Júnior, 25 anos, que comprou hormônios de crescimento usando uma receita roubada e documentos falsos. Esta foi a terceira pessoa presa nesta semana em Mato Grosso do Sul pelo mesmo motivo.

Dorival Duarte, segundo o delegado Fernando Vila de Paula, agia sozinho e só foi preso porque o responsável pela farmácia onde ele comprou os medicamentos desconfiou dos documentos e entrou em contato com a polícia. Ele não ofereceu resistência e confessou que falsificava os documentos e, no caso do receituário, eram furtados de médicos que descuidavam-se em consultas.

Com Dorival Duarte, a polícia apreendeu, além dos medicamentos, receitas e carimbos. Ele afirmou que tinha lucro de até 80% sobre a venda de cada ampola para os clientes. Até agora, dois deles foram identificados e serão ouvidos.

A polícia ainda constatou que Dorival Duarte exercia de forma ilegal a profissão de educador físico em uma academia no conjunto União e foi notificado pelo Conselho Regional de Educação Física. Porém, ele teve autorização para atuar como técnico.

Muamba - Na tarde do dia 10, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) apreendeu em Ponta Porã 430 unidades de anabolizantes que eram transportadas pelo empresário e freqüentador de academia Rogério dos Reis, 35 anos, e pelo instrutor de musculação Marcos Paulo dos Santos, 28 anos. Eles assinaram TCO (Termo Circunstanciado de Ocorrência) e foram liberados da delegacia da PF (Polícia Federal) para onde foram encaminhados. Os dois alegaram que a mercadoria seria para consumo próprio.

Consumidores deste tipo de medicamento não são punidos, mesmo que comprem o produto de forma ilegal, conforme o delegado Vila de Paula. O aplicação porém, é restrita porque causa uma série de problemas para o organismo.

Conforme o farmacêutico Antônio José Paniago, o uso de hormônios sintéticos é disseminado em Campo Grande por pessoas que buscam uma melhor forma física.

A busca pelo que o profissional classifica como o corpo perfeito resulta de uma doença, a

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions