A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 15 de Agosto de 2018

02/09/2010 10:44

Presos recorrem à OAB "contra" fumaça do lixão

Redação

O traficante Luis Fernando da Costa, o Fernandinho Beira-Mar, recorreu à comissão de Direitos Humanos da OAB/MS (Ordem dos Advogados do Brasil) reclamando da fumaça causada pelas queimadas no lixão que fica ao lado do Presídio Federal.

O oficio, encaminhado por seus advogados, foi entregue na OAB e redirecionado à Comissão de Meio Ambiente há 5 dias. O presidente da comissão, Abel Costa de Oliveira, disse que irá encaminhar ofício a prefeitura de Campo Grande, solicitando previdências.

"A questão ali não é o incômodo dos presos, apenas, tem muitas pessoas que moram ao redor e ainda há os agentes federais que trabalham no presídio", explica Oliveira.

O ofício, que já foi assinado pelo presidente da OAB, Leonardo Duarte, deve ser encaminhado hoje à prefeitura.

Correria - Beira Mar está preso, desde 2007, no presídio federal de segurança máxima de Campo Grande, pelos crimes de lavagem de dinheiro e de tráfico de drogas e de armas na prisão. Ele foi condenado a 29 anos e oito meses de reclusão.

Mais de cem empresas são notificadas por não cumprirem lei de aprendizagem
Mais de cem empresas foram notificadas por não cumprem a Lei de Aprendizagem em Mato Grosso do Sul. Segundo a Superintendência Regional do Trabalho, ...
Universidades terão incentivo de R$ 10 milhões a projetos de combate a obesidade
Chamada pública do Ministério da Saúde incentiva universidades públicas e privadas a desenvolver projetos com ações de prevenção, diagnóstico e trata...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions