A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

14/01/2010 16:40

PRF define 4 rotas alternativas na BR-267

Redação

A PRF (Polícia Rodoviária Federal) de Mato Grosso do Sul definiu quatro rotas alternativas à BR-267, que está totalmente interditada na altura do quilômetro 32, em Bataguassu, a 334 quilômetros de Campo Grande.

Uma empresa foi contratada pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) para recuperar a rodovia. No entanto, o superintendente regional do órgão no Estado, Guilherme Alcântara, não foi localizado para falar sobre o tempo das obras de recuperação.

A PRF divulgou quatro rotas alternativas para quem deseja chegar a Mato Grosso do Sul ou a São Paulo. No primeiro mapa, o condutor deve trafegar pelas rodovias estaduais MS-134 e 395, passando por Nova Andradina e Batayporã. Após passar por Bataguassu, chega a Presidente Prudenhte e região, utilizando-se da Raposo Tavares.

O segundo mapa mostra a alternativa para quem está trafegando pela BR-163, vindo de Coxim e Cuiabá (MT) para chegar a São Paulo sem passar pela BR-267. O motorista deve pegar a BR-262, em Campo Grande, para Três Lagoas, passando pela Usina Hidrelétrica Jupiá, pegando as Rodovia Marechal Rondon, passando por Andradina, Presidente Wencesleu e Presidente Prudente.

A terceira rota é para quem está na região norte ou em Campo Grande e deseja seguir para São Paulo. A alternativa é a BR-262, passando por Três Lagoas e passando pelas cidades de Birigui, Campinas e São Paulo.

O quarto mapa passa por Nova Andradina e segue pela Usina de Porto Primavera, passando por Rosana e Teodoro Sampaio, tendo as opções de Presidente Wenceslau e Presidente Epitácio.

Veja as rotas a seguir:

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions