A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

12/11/2009 10:16

Produtores de Picadinha se mobilizam contra quilombola

Redação

Produtores rurais do distrito de Picadinha, em Dourados, começaram a se mobilizar para tentar impedir o governo federal de demarcar uma área quilombola no local. No sábado de manhã, a associação dos moradores do distrito e o Sindicato Rural fazem protesto na Praça Antonio João para chamar a atenção da população sobre o processo de demarcação desencadeado pelo Incra. A área já passou por vistoria e o relatório está em Brasília, esperando o decreto de desapropriação, que deve ser assinado pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Neri Decian, vice-presidente da associação, disse que 56 produtores rurais podem ter as terras demarcadas como área quilombola. Ele disse que o governo federal está próximo de cometer uma "injustiça" com os produtores, que moram há meio século no distrito de Dourados. Durante o protesto, os moradores do distrito vão coletar assinaturas para um abaixo-assinado que será encaminhado à Superintendência Regional do Incra.

O trabalho de identificação da área de 3.746 hectares começou neste ano, após várias tentativas dos moradores de impedir o levantamento. Os técnicos do Incra só conseguiram fazer o trabalho por ordem da Justiça Federal e sob escolta da Polícia Federal. As 15 famílias descendentes do ex-escravo Desidério Felipe de Oliveira moram atualmente em uma área de 40 hectares.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions