A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 17 de Janeiro de 2019

18/06/2010 16:48

Proibição causa liquidação "forçada" em Porto Quijarro

Redação

O decreto do presidente da Bolívia, Evo Moralez, que proíbe a venda de vários produtos nas Zonas Francas, forçou os comerciantes da Zona Franca Puerto Aguirre, em Porto Quijarro, cidade fronteiriça próximo a Corumbá, a realizarem liquidação para acabar com os estoques.

O Decreto Supremo 470, em vigor desde 8 de abril, proíbe a venda de produtos alimentícios, bebidas alcoólicas, perfumes e cosméticos. Estes são os principais produtos das lojas da região e os mais lucrativos.

Em reportagem do jornal O Diário Corumbaense, o paraguaio Ramón Eduardo, gerente de uma loja de bebidas disse que a medida fará muita gente perder o emprego e não tem certeza de o que vai acontecer com o comércio na região.

"

PF pede 90 dias para fechar inquérito sobre atentado contra Bolsonaro
A Polícia Federal (PF) pediu hoje (16) à Justiça Federal em Minas Gerais mais 90 dias para encerrar o inquérito que apura quem são os responsáveis pe...
Com 3 sorteios na semana, Mega-Sena pode pagar até R$ 27 milhões, amanhã
A Mega-Sena pode pagar até R$ 27 milhões nesta quinta-feira (17) para quem acertar as seis dezenas do prêmio. Nesta semana, excepcionalmente, como pa...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions