A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 18 de Agosto de 2018

21/09/2011 11:22

Projeto muda traçado de rodovia e federaliza ponte entre MS e SP

Edmir Conceição

Federalização da ponte foi possível com a inclusão de seu trecho no traçado da rodovia BR-436, em Aparecida do Taboado

 Projeto muda traçado de rodovia e federaliza ponte entre MS e SP

A Comissão de viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou projeto do de3putado Edinho Araújo (PMDB-SP), que transfere à União a reponsabilidade pela manutenção da ponte rodorferroviária sobre o rio Paraná, entre Rubinéia (SP) e Aparecida do Taboado. CCom a aprovação, o projeto segue para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e daí para o Senado Federal, onde se acredita que a tramitação será rápida pela relevância do assunto.

A federalização da ponte foi possível com a inclusão de seu trecho, de 3,7 km de extensão, no traçado da rodovia BR-436, emo Mato Grosso do Sul . Assim, a ponte passa a integrar o PNV (Plano Nacional de Viação), podendo receber recursos regulares para manutenção e melhorias.

O relator do projeto, deputado Edson Giroto (PR-MS), havia dado parecer favorável ao projeto e voltou a pedir a aprovação. Ele disse conhecer de perto a situação da ponte e a necessidade de definir qual ente federativo será responsável pela manutenção e os novos investimentos na obra.

O deputado Edinho Araújo comemorou a aprovação. “É uma grande vitória da região Noroeste. Havia um vazio jurídico e isto impedia que a União e os estados de São Paulo e Mato Grosso investissem na ponte. Essa obra chegou a ter seu sistema de iluminação comprometido por falta de recursos para manutenção”, afirmou o deputado.

Edinho lembrou a luta de lideranças regionais que, por décadas, brigaram pela construção da ponte. “Conquistamos a obra à base de muita luta e persistência. Não é justo que se deteriore por falta de investimentos”.

A obra - Com 3,7 km de extensão, a ponte rodoferroviária sobre o rio Paraná é uma obra de engenharia diferenciada e foi inaugurada em 29 de maio de 1998. Foram investidos R$ 550 milhões na obra, que tem 2.600 treliças, 711 metros de aterro no lado paulista e 461 metros em Mato Grosso do Sul.

A parte rodoviária da ponte leva o nome do deputado Roberto Rollemberg e a ferroviária o do senador Vicente Vuolo, ambos falecidos.

(*) Com informações da assessoria de imprensa do deputado.

Último sorteio da Mega-Sena na semana pode pagar até R$ 23 milhões
Neste sábado (18) o último dos três sorteios da semana da “Mega-Sena dos Pais) pode pagar para um ou mais acertadores até R$ 23 milhões. Durante os o...
Gabaritos do Enceja já estão disponíveis no site do Inep
O Ministério da Educação (MEC) divulgou no final da tarde de hoje (17) gabarito oficial do Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens...
Capes torna mais rígida avaliação de cursos de pós-graduação
A Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) tornou mais rígida a avaliação dos cursos de pós-graduação no país. De acordo c...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions