A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

21/09/2011 11:22

Projeto muda traçado de rodovia e federaliza ponte entre MS e SP

Edmir Conceição

Federalização da ponte foi possível com a inclusão de seu trecho no traçado da rodovia BR-436, em Aparecida do Taboado

 Projeto muda traçado de rodovia e federaliza ponte entre MS e SP

A Comissão de viação e Transportes da Câmara dos Deputados aprovou projeto do de3putado Edinho Araújo (PMDB-SP), que transfere à União a reponsabilidade pela manutenção da ponte rodorferroviária sobre o rio Paraná, entre Rubinéia (SP) e Aparecida do Taboado. CCom a aprovação, o projeto segue para a Comissão de Constituição, Justiça e Cidadania e daí para o Senado Federal, onde se acredita que a tramitação será rápida pela relevância do assunto.

A federalização da ponte foi possível com a inclusão de seu trecho, de 3,7 km de extensão, no traçado da rodovia BR-436, emo Mato Grosso do Sul . Assim, a ponte passa a integrar o PNV (Plano Nacional de Viação), podendo receber recursos regulares para manutenção e melhorias.

O relator do projeto, deputado Edson Giroto (PR-MS), havia dado parecer favorável ao projeto e voltou a pedir a aprovação. Ele disse conhecer de perto a situação da ponte e a necessidade de definir qual ente federativo será responsável pela manutenção e os novos investimentos na obra.

O deputado Edinho Araújo comemorou a aprovação. “É uma grande vitória da região Noroeste. Havia um vazio jurídico e isto impedia que a União e os estados de São Paulo e Mato Grosso investissem na ponte. Essa obra chegou a ter seu sistema de iluminação comprometido por falta de recursos para manutenção”, afirmou o deputado.

Edinho lembrou a luta de lideranças regionais que, por décadas, brigaram pela construção da ponte. “Conquistamos a obra à base de muita luta e persistência. Não é justo que se deteriore por falta de investimentos”.

A obra - Com 3,7 km de extensão, a ponte rodoferroviária sobre o rio Paraná é uma obra de engenharia diferenciada e foi inaugurada em 29 de maio de 1998. Foram investidos R$ 550 milhões na obra, que tem 2.600 treliças, 711 metros de aterro no lado paulista e 461 metros em Mato Grosso do Sul.

A parte rodoviária da ponte leva o nome do deputado Roberto Rollemberg e a ferroviária o do senador Vicente Vuolo, ambos falecidos.

(*) Com informações da assessoria de imprensa do deputado.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions