A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quarta-feira, 20 de Março de 2019

15/01/2019 16:25

Promotor pede multa de R$ 10 mil e bloqueio dos sites de acusada de golpe

Proibida pela Justiça de fazer leilões após não entregar carro arrematado, empresa excluiu “.br” de endereço e voltou a operar

Humberto Marques
Camaro ofertado em novo site da Leilo Sul VeículosCamaro ofertado em novo site da Leilo Sul Veículos

O MPMS (Ministério Público de Mato Grosso do Sul) pediu o aumento para R$ 10 mil da multa diária aos administradores do site Leilo Sul Veículos, bem como o bloqueio do novo endereço eletrônico da empresa suspeita de estelionato contra clientes ao ofertar em leilões, mas não entregar, automotores. A empresa retirou o “.br” de seu endereço eletrônico, passando a utilizar um endereço “.com”, mesmo depois de ser proibida judicialmente de ofertar veículos em leilões.

O retorno da empresa aos negócios foi divulgado na manhã desta terça-feira (15) pelo Campo Grande News. No novo endereço, veículos eram ofertados em leilões eletrônicos, entre eles um Chevrolet Camaro 2015, com valor de mercado próximo a R$ 161 mil mas que poderia ser arrematado por R$ 59 mil.

A oferta de veículos a preços abaixo de mercado, os quais o site anuncia serem até 60% mais baratos, é vista como um chamariz. A empresa foi alvo de ação depois de uma cliente, de Campo Grande, afirmar ter arrematado um Renault Sandero ao custo de R$ 12.665 –dos quais R$ 11,3 mil pelo veículo, R$ 565 de comissão do leiloeiro e R$ 800 do frete de Bataguassu para Campo Grande. Os valores foram depositados em setembro e o veículo seria entregue em outubro, o que não ocorreu.

A cliente registrou boletim de ocorrência depois de não conseguir mais contato telefônico com a empresa. O banco informou que, depois de dois dias, a conta destinatária do pagamento havia sido zerada. O endereço físico da leiloeira, em Campo Grande, seria de outra empresa sem relação com o site –o nome “Leilosul” é tradicional do ramo de compra de gado, o que levou este grupo a se manifestar não ter relação com o golpe.

Em 11 de dezembro, uma liminar da 1ª Vara de Direitos Difusos da Capital proibiu a Leilo Sul Veículos de ofertar veículos em leilões pela internet, efetuar vendas e não entregar os produtos. Naquela ocasião, foi arbitrada multa de R$ 1 mil ao dia em caso de descumprimento.

Após a reportagem desta manhã, a 43ª Promotoria de Justiça informou entender que há descumprimento da decisão concedida liminarmente e, por isso, requereu à Justiça a majoração da multa para R$ 10 mil e imposição judicial, sob pena de multa, de bloqueio de acessos aos sites da Leilo Sul Veículos a diversos provedores.

Na empresa, a informação era de que a empresa não havia sido notificada e que seus advogados tratam do caso.



imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions