A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

15/01/2013 08:55

Promotora e família ficam reféns em assalto; adolescente morre na fuga

Paula Vitorino

A família da promotora de Justiça Janeli Basso foi feita refém durante assalto na noite desta segunda-feira (14), em Terenos. Dois assaltantes fugiram nos carros da família e um deles, adolescente de 16 anos, capotou o veículo e morreu na rodovia, no município de Dois Irmãos do Buriti.

De acordo com o delegado Paulo Roberto Diniz, os ladrões pularam o muro, que tem cerca elétrica e estava estragada, e arrombaram a porta dos fundos da casa, por volta das 21h.

A promotora estava em casa com o filho, um bebê de colo, o marido e a mãe. Todos foram amarrados e deixados em um dos cômodos da casa.

Os assaltantes levaram diversos pertences, como jóias, notebook, celular e dinheiro. Os dois ladrões fugiram nos carros da família, um Corolaa e um Duster.

A Polícia foi acionada e iniciou perseguição aos bandidos, que foram alcançados no município de Dois Irmãos de Buriti. O adolescente que estava no Duster capotou e morreu no local. O outro assaltante conseguiu fugir.

A vítima disse à Polícia que acredita que os assaltantes não sabiam que ela é promotora. A suspeita é de que os ladrões sejam moradores de Campo Grande.

A suspeita da Polícia Civil é de que há mais envolvidos. Apenas dois foram vistos pelas vítimas. Policiais da Delegacia Especializada de Repressão a Roubo a Banco, Assaltos e Sequestros (Garras) estão prestando apoio nas investigações.

Na semana passada a camionete de um promotor de Dourados foi furtada na garagem da mãe dele. Quatro pessoas já foram presas.

Corolla roubado de promotora é recuperado pela Polícia
Policiais civis de Terenos encontraram abandonado o segundo veículo roubado de uma promotora do município, na noite de ontem. O Corolla estava abando...
UFMS recebe inscrições para vários cursos no Vestibular 2018
A UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul) segue com inscrições abertas para o Vestibular 2018, que selecionará alunos para cursos de gradua...


Quando um meliante comete um crime contra uma autoridade pública, sabendo ser ela uma autoridade, ele esta cometendo um crime contra o Estado investido na autoridade pública, logo esta comentendo um crime contra todos os cidadãos, pois o Estado é o povo Politicamente Organizado, ele não esta afrontando a pessoa e sim a autoridade dada aquela pessoa pelo povo, sendo assim DEVE SIM ele ter um pena maior, por que se ele afronta o Estado, imagine o que ele é capaz de fazer a qualquer cidadão comum!
 
lucidio de souza em 15/01/2013 20:51:02
Não se pode estabelecer no Brasil pena de morte, trabalhos forçados p presos, prisão perpétua, castigo aos presos, o q podemos fazer é não permitir mais o afrouxamento da leis q já estão em vigor, como a lei de drogas q praticamente liberou o uso e agora a sociedade está pagando um alto preço e não sabe como sair dessa.
 
celso tiaraju em 15/01/2013 16:03:17
Para variar tem gente que fala daquilo que não conhece. Quem falou que o adolescente que se envolve em atos desta natureza fica impune e "não pode ser preso"?? Ele cumpre medida de internação, sim, que pouco difere da prisão. Ocorre que por ser pessoa em formação - e não tem nada a ver com ter ou não discernimento - tem pena diferenciada do adulto - e isto ocorre em mais de 75% dos países! Não é o tamanho da pena que diminui a criminalidade - chega de acreditar em "Papai Noel" - Criminalidade se combate, de um lado, com prevenção, e isto se falar com políticas públicas; na outra ponta, é com agilidade na investigação, com investimento em inteligência policial, com julgamento justo e rápido e com sistema prisional que reeduque e não que piore o infrator!
 
Adriano Barros em 15/01/2013 15:22:34
O FATO É SÓ UM ....AS LEIS SAO MUITO BRANDAS.....SE FOSSE POR MIM ...SERIA A LEI MAIS RADICAL POSSIVEL ...SEM CHORUMELAS.....FEZ COISA ERRADA ....CHEGA O GUATAMBÚ.....QUERO VER SE FAZ DE NOVO !!!!! GARANTO QUE NAO ....
 
ROGERIO CARVALHO em 15/01/2013 15:06:31
Muito triste que esta situação esteja acontecendo em nosso estado.Cade os camuflados do CIGCOE quando agente mais precisa deles.CAVEIRA!!!!!!!!!!!!!
 
mailliw bida em 15/01/2013 14:15:41
Pois pois ! Senhores, o jovem aos 16 anos já pode votar para escolher seus parlamentares,isso ele pode; mais não pode arcar com suas atitudes! Como diz um apresentador isso é uma vergonha. Infelizmente essa promotora sentiu na pele o que nós pobres mortais sentimos no nosso dia a dia,mais os culpados são nossos legisladores,pois quando um desses "menores" cometem um crime, e a policia o prende logo são colocados em liberdade, pois a lei não permite que o mesmo seja preso e arque com seus delitos, isso quando não vem o flamigerado direitos humanos pra cima da policia,direitos humanos esse que só vê o lado do bandido,nunca vê o lado da vitíma.Tem hora que deveria valer a lei do TALIÃO para esses chamados menores.
 
Mario Nei Alves em 15/01/2013 14:10:11
O FATO E QUE, AQUELES QUE NÃO PROTEGEM SÃO VITIMAS, HOJE INFELISMENTE A GRANDE MAIORIA DOS BANDIDOS TEM PROTEÇÃO, E DE POLITICOS E DE ADVOGADOS E DE JUIZES E SI DUVIDAR ATÉ DA IGREJA. E COM O GRANDE NÚMERO DE CRIANÇAS ENVOLVIDOS COM O TRAFICO ISSO VAI FICAR MUITO PIOR, POR QUE NÃO VAI SALVAR NIMGUEM.
 
RITA ROCHA em 15/01/2013 13:59:22
Acho horrível pessoas que acham q ´bom acontecer com "aquele" ou "aquelo outro". Que feio!!!!!!!
 
Cibele Maria Franco Araújo em 15/01/2013 13:27:40
Dois pesos e duas medidas! Duas justiças! Quando a casa de um "cidadão comum" é assaltada; quando "um cidadão comum" é assassinado, o crime vai para o baú do esquecimento. Quando um "cidadão especial" é a vítima, a solução é imediata. Um exemplo: os dois rapazes que foram assassinados ano passado: um era neto de de um ex-secretário de segurança pública... Os marginais já haviam assassinado duas "pessoas comuns" e poderiam ter continuado a matar mais dez e não seriam pegas, mas, como não conheciam suas vítimas, entraram pelo cano. Quem sabe, agora estes fiquem presos para o resto da vida deles.
 
Glaucia brito em 15/01/2013 13:26:30
Independente de quem seja vitima de um crime, os criminosos tem que ser punido com mais rigor, nossas leis já não consegue intimidar nenhum marginal. A sociedade tem que exigir uma mudança real nas leis, pois pagamos impostos e não vemos benfeitorias realizadas pelos nossos governantes, ficando assim refém de uma politica que protegem os marginais e se esquece dos direitos dos cidadãos de bem.
 
Anderson Cardoso em 15/01/2013 13:25:42
Olha, não querendo entrar na discussão de vcs mas ao mesmo tempo não gostando de injustiças, digo que conheço a Promotora em questão e sei que ela é uma excelente pessoa. Acredito que o comentário dela de acreditar que os ladrões não sabiam que ela era Promotora tenha sido no sentido de afirmar que o assalto não ocorreu em razão do cargo que ela exerce (como forma de vingança, retaliação, etc... pelas atribuições inerentes a uma Promotora). A ocorrência de crimes é lamentável tendo qualquer pessoa como vítima, ao contrário de alguns comentários acima. Fiquei muito triste pelo ocorrido pois ela é uma pessoa que sabe bem das mazelas que atingem a população e não precisaria passar por uma situação de horror dessas para fazer melhor seu serviço.
 
Cristiane El Kadri em 15/01/2013 12:50:43
Ninguém é blindado.
 
Julio Cesar Ticiani em 15/01/2013 11:59:09
Nelson, porque seria crime hedionda se algum marginal comete crime contra um policial ou, neste caso, uma promotora, mas crime comum quando cometido contra um cidadão comum? Não sou comunista, mas o crime é hediondo por ser contra a vida, ou por ser cometido com crueldade, mas não porque é cometido contra pessoa com determinada profissão. Se achar que a segurança aqui no estado é ruim (concordo!), então que constroi mais presidios, contrata mais policiais e principalmente: faz as sentenças judiciais sair com mais rapidez. Fazer distinção se o vitima trabalha na segurança publica ou não é um absurdo. O governo tem que melhorar a segurança de TODOS!
 
Marcos da Silva em 15/01/2013 11:34:54
Isso é muito bom para o Poder Judiciário sentir na pele o que o cidadão comum sofre, reavaliar o Código Penal, "que é uma vergonha", e pressionar o Congresso para acabar com a famigerada progressão de pena , liberdade condicional e os vergonhosos indultos a bandidos travestidos de ovelhinhas.
- "Direitos humanos , para humanos direitos", o resto é conversa fiada de político!
 
arnobio luiz em 15/01/2013 11:19:20
O QUE FAZER COM UNS CRIMINOSOS, QUE AGEN DESTA FORAM CONFRONTANDO AS AUTORIDADES? E O PROMOTOR DE DOURADOS AO BANDIDOS TAMBEM NÃO SABIA QUE ERA PROMOTOR???
 
ely monteiro em 15/01/2013 10:56:52
Quando um Promotor ou Magistrado é vítima de algum crime a polícia logo prende ou apaga acidentalmente o bandido, mas, quando um cidadão de bem é vítima do complô articulador por membros do judiciário, o que acontece? O juiz se torna destaque entre seus pares!!!! Este é o retrato do Judiciário deste Estado!!!!
 
Dr. Bruno Ribeiro em 15/01/2013 10:39:41
É lamentável o fato mas,quem sabe assim essa promotora passe a valorizar o trabalho da policia!!!
 
arivaldo paiva em 15/01/2013 10:37:41
Todos estamos sujeitos a roubo, assalto, porque a promotora acha que eles não sabiam quem ela era? Estranho, pois ladrão agora escolhe pela profissão. Elas tbém é uma simples mortal.
 
IVETE SOUZA em 15/01/2013 10:25:50
A sociedade precisa se mobilizar para ajudar as policias a combater a marginalidade em nosso Estado e uma das formas e se enganjar na Campanha da PMMS no sentido de tonar hediondo crimes praticas contar policiais e autoridades publicas, bem como exigir do Congresso a diminuição da maioridade penal. A sociedade tem uma grande oportunidade de combater a criminalidade e diminuir a impunidade em nosso país.
 
nelson silva em 15/01/2013 10:18:37
"A vítima disse à Polícia que acredita que os assaltantes não sabiam que ela é promotora. A suspeita é de que os ladrões sejam moradores de Campo Grande."????? UÉ NÃO SABIA QUE LADRÕES AGORA ESCOLHEM ONDE ROUBAR,OU NÃO ROUBAM CASA DE PROMOTOR,JUIZ,DESEMBARGADOR E OUTROS????SÓ FALTAVA ESTA,ELE PERGUNTAR:QUEM MORA AQUI ??
 
cristina mendes em 15/01/2013 10:08:36
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions