A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

28/06/2016 08:48

Radares na BR-163 estão desligados desde 1º de junho, diz órgão federal

Aline dos Santos
Radares na BR-163 motivam impasse entre Dnit e concessionária. (Foto: Alcides Neto)Radares na BR-163 motivam impasse entre Dnit e concessionária. (Foto: Alcides Neto)

Com impasse sobre a manutenção dos radares nas rodovias concedidas, a superintendência do Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) em Mato Grosso do Sul desligou os dispositivos na BR-163, única via repassada à iniciativa privada, desde 1º de junho. Contudo, o Ministério dos Transporte ordenou religamento.

“Os equipamentos deixaram de registrar as infrações a partir de 01 de junho de 2016, tendo em vista que a rodovia encontra-se concedida à iniciativa privada”, informou a assessoria de imprensa do Dnit no Estado.

Ainda de acordo com o órgão federal, existe uma negociação entre a concessionária CCR MS Via e a empresa Fiscal Tech, que é detentora do contrato com o Dnit de instalação e operação dos equipamentos de controle de velocidade.

Contudo, o departamento não foi informado sobre o desfecho da negociação. A BR-163, que cruza 21 municípios do Estado, tem 49 radares do Dnit e 13 equipamentos instalados pela CCR. A PRF (Polícia Rodoviária Federal) também atua na via com radares móveis.

Ontem, a concessionária informou que não há previsão para incorporar ao contrato de concessão os radares do Dnit.

O ministro dos Transportes, Maurício Quintella, solicitou à ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres) que apresente em 30 dias, a contar desta terça-feira (dia 28), uma solução que permita o funcionamento dos radares instalados nas rodovias federais concedidas do país.

Quintella determinou ainda que o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) mantenha todos os radares em funcionamento e inclusive religue os que, por ventura, tenham sido desligados.

Dnit pode desligar radares em rodovias concedidas no País, inclusive, em MS
O Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte) pode desligar até o fim do mês os radares que medem a velocidade em vias concedidas à ...
Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...


imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions