A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

01/10/2010 10:02

Raios mataram 89 pessoas em dez anos no Estado

Redação

Em dez anos, 89 pessoas morreram atingidas por raio no Mato Grosso do Sul. No último domingo, um índio morreu em Ponta Porã, após um raio atingir sua casa. Campo Grande lidera o ranking estadual, com 8 mortes em dez anos.

Os dados são do Elat (Grupo de Eletricidade Atmosférica) do Inpe (Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais) e do LCA (Laboratório de Ciências Atmosféricas) da UFMS.

Neste ano, 10.108 raios caíram no Estado (até o dia 27 de setembro). Na Capital, o número foi de 350, até a mesma data.

Em MS a densidade de raios (incidência de raios dividida pela área do Estado) é de 11,88 por km² por ano, a terceira maior do país. A probabilidade anual de morrer atingido por um raio é de 4,3 por milhão.

Cerca de 80% dos raios caem na primavera e verão, entre outubro e março.

O morador da zona rural tem 10 vezes mais chances de morrer atingido por uma descarga elétrica. A região Centro Oeste apresentou a maior probabilidade de morrer por um raio, com 22 em um milhão.

Para evitar acidentes com relâmpagos é recomendado não sair para a rua ou não permanecer na rua durante as tempestades, a não ser que seja absolutamente necessário.

Outro perigo é ficar em locais descampados, pastagens e estradas. Procurar abrigo embaixo de árvores também é um erro comum e deve ser evitado.

O Elat recomenda que se estiver em um local sem um abrigo próximo e sentir os pêlos arrepiados ou a pele coçar, um raio está prestes a cair, portanto, ajoelhe-se e curve-se para frente, colocando as mãos nos joelhos e a cabeça entre eles, evitando ficar deitado.

Ficar dentro de objetos metálicos fechados como carros, ônibus e aviões é seguro porque o raio não consegue penetrar neles, porém ficar do lado de fora destes objetos ou próximo de quaisquer outros objetos metálicos é perigoso pois deles podem partir descargas elétricas indiretas, as quais podem provocar ferimentos e morte.

Com informações da Agência Estado.

Mega-Sena acumula de novo e prêmio estimado sobe para R$ 43,5 milhões
Mais uma vez a Mega-Sena ficou sem vencedor na faixa principal e, com isso, a premiação acumulou e pode chegar a R$ 43,5 milhões no próximo concurso,...
Mega-Sena pode pagar R$ 39 milhões no sorteio deste sábado
A Mega-Sena deste sábado (16), que está acumulada, pode pagar R$ 39 milhões para quem acertar os seis números. O concurso 1.997 ocorre às 20 horas, h...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions