A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Quinta-feira, 16 de Agosto de 2018

10/11/2010 18:15

Rapaz que tentou matar colega de trabalho é preso

Redação

Foi preso ontem à noite o jovem Agrileison Thiago Santos Rocha, de 25 anos, horas depois de ter atirado contra o colega de trabalho Aldo Nogueira Rodrigues, 49 anos, numa pousada em Bonito.

De acordo com a polícia, Agrileison conhecia Aldo há cinco anos, sendo que ambos são de Rio Negro e passaram a trabalhar na mesma empresa de pavimentação asfáltica há cerca de dois anos.

Os dois colegas de trabalho eram operadores de máquina e por conta disso teriam se desentendido. O autor dos disparos contou à polícia que já foi ofendido e ameaçado diversas vezes pela vítima, mas não soube informar o motivo pelo qual não registrou ocorrência.

Ainda em seu depoimento, Agrileison relatou que há um ano adquiriu um revólver de calibre 38 para se defender de eventual investida de Aldo, afinal, sempre era escalado para trabalhar nos locais em a vítima estava.

Anteontem, quando chegou a Bonito para trabalhar nas obras de pavimentação asfáltica da rodovia Bonito/Bodoquena e se hospedou em um alojamento fornecido pela empresa, Aldo também se encontrava ali.

No fim da tarde, após Aldo se dirigir a uma pousada, o autor o seguiu e chamou para conversarem do lado de fora do local. Foi quando o autor sacou de um revólver e efetuou cinco disparos contra a vítima, que foi atingida e se refugiou no quarto, enquanto Agrileison fugiu.

O rapaz fugiu, no entanto, uma equipe de policiais civis se dirigiu ao local dos fatos e colheu as informações e efetuou diligências pela rodovia Bonito/Bodoquena, local por onde o autor empreendeu fuga.

Por volta das 21h30 o autor foi preso em flagrante em uma estrada vicinal da rodovia. Ao ser preso, o rapaz confessou a prática e afirmou que tentou matar o colega de trabalho em razão de desavenças entre eles.

Após ser atingido por disparos, Aldo foi socorrido e encaminhado ao hospital de Bonito, mas devido à gravidade dos ferimentos, acabou sendo transportado até a Santa Casa de Campo Grande. Antes de deixar o hospital, a vítima foi entrevistada pela polícia e assegurou apenas que quando foi chamada pelo autor proferiu um palavrão acreditando que se tratava de outro amigo e em tom de brincadeira.

Contudo, Agrileison ressalta que Aldo tentou lhe agredir com uma ferramenta, porém o fato não foi confirmado por testemunhas que presenciaram o crime. O autor foi autuado por crime de homicídio qualificado por motivo fútil. A pena para esse tipo de crime é de reclusão de 12 a 30 anos.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions