A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sexta-feira, 15 de Dezembro de 2017

02/05/2009 08:18

Rayssa apresenta melhoras diárias, mesmo ainda em coma

Redação

Mesmo em coma, as reações de Rayssa Favaro, 19 anos, são as melhores possíveis, segundo informações de seu pai Valter Aparecido Favaro, superintendente da PRF (Polícia Rodoviária Federal).

Favaro conta que o último exame realizado na filha foi uma tomografia computadorizada, cujo resultado, conforme ele, "foi excelente". O superintendente se emociona ao relatar que um gesto de Rayssa o deixou bastante animado.

Ontem, quando conversava com a filha, que está internada no CTI (Centro de Terapia Intensiva), Favaro disse que "falei pra ela que a amava muito e ela, mesmo dormindo mexeu a cabeça, concordando com a minha afirmação. Fiquei bastante emocionado". Há 11 dias Rayssa está internada na Santa Casa.

Há 48 horas a jovem não está mais em coma induzido, já que a sedação foi cessada pela equipe de médicos. No entanto, segundo o pai, "ela ainda está em coma, só que não mais sedada".

Rayssa conduzia o veículo Fiat Uno, placa JGN-3274, que colidiu com o Honda Civic placa HTD-7707, dirigido por Marcelo Broch, 18 anos, sobrinho da promotora de Justiça Regina Broch. O acidente ocorreu dia 21 de abril, no cruzamento da Rua Bahia e Avenida Mato Grosso.

Marcelo abandonou o local do acidente sem prestar socorro à Rayssa e ao primo Gabriel, de 16 anos, que estava no Honda Civic. O jovem alega que fugiu porque tem síndrome do pânico e, como ficou nervoso, precisava de medicação.

A promotora de Justiça, que é a dona do carro envolvido no acidente, pediu à Polícia que investigue Marcelo por furto, já que ele pegou o carro sem permissão.

Marcelo afirma não ter consumido bebida alcoólica antes do acidente, versão que não é confirmada pelo primo Gabriel, que estava com ele em uma festa no Clube Estoril na madrugada do acidente. Marcelo não possui CNH (Carteira Nacional de Habilitação).

Autorização para psicólogos aplicarem terapia de reorientação sexual é mantida
O juiz Waldemar Cláudio de Carvalho, da 14ª Vara Federal de Brasília, decidiu hoje (15) tornar definitiva a decisão liminar (provisória) que havia pr...
Clientes de banco podem renegociar dívidas no "Caminhão do Quita Fácil"
A partir de segunda-feira (18), clientes das agências da Caixa de Campo Grande terão a possibilidade de renegociar suas dívidas atrasadas há mais de ...
Acordo entre poupadores e bancos vai beneficiar 30% dos que entraram na Justiça
Das 10 milhões de pessoas que entraram na Justiça por perdas no rendimento de cadernetas de poupança, apenas cerca de 3 milhões serão beneficiadas, s...
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions