A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

05/01/2010 17:57

Região de fronteira teve 92 assassinatos em 2009

Redação

Quase cem pessoas foram executadas em Pedro Juan Caballero, a 346 quilômetros de Campo Grande, que faz fronteira com o Estado, no ano de 2009.

Pistoleiros executaram 92 pessoas na cidade, estatística que inclui apenas os cadáveres recolhidos no lado paraguaio da linha internacional.

O balanço foi divulgado pela Polícia Nacional do Paraguai e pelo Ministério Público, que contabilizaram os 92 casos, a maioria em via pública e em plena luz de dia. Geralmente os assassinos fogem em carros ou motocicletas sem placas.

A alta incidência dos casos de "pistolagem" está relacionada, diretamente, às disputas entre quadrilhas que duelam entre si pelo controle de lucrativos "negócios" como o contrabando, o roubo de carros, o tráfico de combustíveis e a travessia de drogas, armas e munições.

De acordo com o site Sopa Brasiguaia, para 2010 a perspectiva é que o ritmo da "carnificina" seja mantido, uma vez que, logo no quarto dia do ano, o corpo de um homem de 26 anos, identificado como Clistênio de Souza, brasileiro, foi encontrado crivado de balas em uma rua do bairro Maria Victoria de Pedro Juan Caballero.

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions