A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

18/08/2016 11:42

Reinaldo celebra concessões e estuda ampliar parceria em rodovias de MS

Chloé Pinheiro
Quintella e Azambuja celebram investimento para duplicar BR-163. (Foto: Fernando Antunes) Quintella e Azambuja celebram investimento para duplicar BR-163. (Foto: Fernando Antunes)

“Antes tarde do que nunca, este modelo de concessão está tomando corpo no país”, ressaltou o governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB), na manhã desta quinta-feira (18), ao lado do Ministro dos Transportes, Maurício Quintella. A declaração foi feita na solenidade de assinatura do contrato de investimentos para duplicação da BR-163, que ocorreu na sede do governo estadual, em Campo Grande.

Mais do que garantir a liberação de R$ 737 milhões para os mais de 800 km de obras, a serem tocadas pela CCR MSVia, o evento serviu para o Governo Federal reforçar seu objetivo de estabelecer um ambiente de “segurança jurídica e financeira” para as empresas que receberem concessões públicas.

“A liberação de recursos reforça o compromisso do Governo em cumprir suas obrigações e garantir um ambiente seguro para obras importantes como essa”, destacou Quintella. “Temos prioridade em fazer concessões, para que possamos junto com a iniciativa privada tocar grandes projetos no país”, completou o Ministro.

Segundo Quintella, até o final da obra o estado deve receber R$ 4 bilhões em investimentos somente para a estrada, considerada a principal do Mato Grosso do Sul. 

Azambuja ressaltou que esse tipo de parceria é importante para viabilizar a melhora da infraestrutura do estado. “Com recursos próprios, o governo dificilmente consegue realizar grandes obras. Esse é um trabalho continuado e estamos estudando abrir concessões para rodovias estaduais também”.

O gestor estadual contou, em seu discurso, que os acidentes da BR-163, conhecida por ser perigosa, caíram 18% desde que as obras da CCR começaram. Dos 806 km que devem ser duplicados, 97 já foram feitos e mais 32 serão entregues até março de 2017, segundo o diretor presidente da concessionária, Roberto de Barros Calixto.



Quem sabe ele mande arrumar a rodovia de Campo Grande a Três Lagoas que é uma vergonha! e de Paranaíba a Aparecida do Taboado que é uma indecência, e de Bataguassu a Santa Rita do pardo, uma buraqueira só !
 
Barbarossa em 18/08/2016 16:59:44
imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions