A notícia da terra a um clique de você.
Campo Grande, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

11/02/2009 22:59

'Rodovia Luiza Brunet' já tinha nome de agricultor

Redação

A proposta de mudança no nome da rodovia MS-156, que liga Dourados a Itaporã, é protestada pela família do agricultor Pedro Palhano. O governo sugeriu e a Assembleia protocolou projeto denominando a via com o nome da modelo e atriz Luiza Brunet, contudo, desde 1995, uma lei estadual denomina a rodovia com o nome do agricultor.

O projeto com o nome de Brunet só não foi levado adiante, pois existe uma lei que proíbe atribuir nome de pessoa viva a bem público. Somado a esse fato, também deve ser levado em conta o esforço de Palhano que participou da construção da primeira estrada ligando os dois municípios.

Para o servidor público Manoel Capilé Palhano, 58 anos, filho de Pedro Palhano, o nome de Luiza Brunet nem deveria ser cogitado para batizar uma rodovia que já tem nome. Ele lembra das benfeitorias executadas por seu pai para o desenvolvimento de Dourados e acrescenta que manter o nome do pai na MS-156 é uma forma de reconhecer o trabalho pioneiro que ele realizou naquela região.

A denominação da "Rodovia Pedro Palhano" foi instituída através da lei estadual 1.598, de 25 de julho de 1995, assinada pelo então governador Wilson Barbosa Martins.

A possibilidade de troca de nome da rodovia MS-156 movimentou a Assembleia e criou polêmica em todo o Estado. O projeto de lei, de autoria dos deputados Jerson Domingos (PMDB) e Paulo Corrêa (PR), chegou a ser incluído na pauta de votações, segunda-feira (9), mas ontem foi retirado e nem será analisado pela CCJ (Comissão de Constituição, Justiça e Redação Final). (Com informações do Diário MS).

imagem transparente

Classificados


Desenvolvido por Idalus Internet Solutions